Teori libera denúncia contra Gleisi e Paulo Bernardo para julgamento pelo STF

Publicado em 19/08/2016 - 12:10 Por Michelle Canes - Repórter da Agência Brasil - Brasília

Ministro Teori Zavascki

O ministro Teori Zavascki liberou para julgamento denúncia contra a senadora Gleisi Hoffmann e o ex-ministro Paulo Bernardo José Cruz/Agência Brasil


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato, liberou para a pauta de julgamento da Segunda Turma do STF a denúncia apresentada pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, em um inquérito da Operação Lava Jato, contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), o marido dela, o ex-ministro das Comunicações, Paulo Bernardo. A liberação da denúncia para a pauta foi registrada ontem (18) no andamento processual do STF.

Além da senadora e do ex- ministro, faz parte da denúncia também o empresário Ernesto Kugler Rodrigues, que seria ligado ao casal. Os três foram denunciados ao STF em maio deste ano e são acusados de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por supostamente receberem R$ 1 milhão para a campanha de Gleisi ao Senado em 2010. Segundo delatores da Lava Jato, o valor é oriundo de desvios de contratos da Petrobras.

Delações

A senadora e o ex-ministro foram citados nas delações premiadas do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa. Já Ernesto Kugler foi citado por outro delator, Antônio Carlos Pieruccini, que afirmou, em depoimento, que o dinheiro foi transportado, em espécie, de São Paulo para Curitiba, em quatro viagens e que teria sido entregue por Kugler.

Caso a denúncia seja recebida pelos ministros, os denunciados passam à condição de réus na ação. A data para julgamento ainda não foi definida. Na época que a denúncia foi apresentada ao STF, a defesa da senadora e do ex-ministro disse que o documento era “frágil” e merecia ser derrubado pelo Supremo.

Em julho deste ano, a  Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu ao Supremo urgência no julgamento da ação. Na manifestação que foi enviada ao Supremo, a procuradoria diz que há provas evidentes de crimes. Já a defesa da senadora alegou que as acusações são “meras conjecturas feitas às pressas” em função de acordos de delação premiada.

Edição: Kleber Sampaio

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Hospital de campanha do Maracanã no Rio de Janeiro
Justiça

Justiça diz que Saúde não pode desmobilizar hospitais de campanha

Segundo a SES, hospitais de São Gonçalo e do Maracanã estão abertos, mas sem pacientes por causa da disponibilidade de vagas em unidades regulares da rede estadual.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, fala à imprensa , após reunião com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada
Justiça

Defesa de Onyx assina acordo de não persecução penal com a PGR

Apesar do acordo fechado com a PGR, é necessário que o caso seja analisado pelo Supremo Tribunal Federal. Ministro-relator vai decidir se homologa acordo.

Hospital de campanha para vítima de Covid-19 em Santo André, São Paulo
Saúde

Covid-19: Brasil registra mais 561 mortes; total chega a 94.665

Doença atingiu 2,75 milhões de brasileiros; 69,5% já se recuperaram. Atualmente, 743.334 pacientes estão em acompanhamento.

Painel Resolveu
Geral

EBC fica em primeiro no ranking de elogios entre instituições federais

De 1º de janeiro a 31 de julho, a administração federal recebeu 4.656 elogios de usuários de 333 instituições; EBC recebeu 417 elogios, e Ministério da Economia, 375.

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES
Economia

BNDES seleciona fundos de crédito não bancário para pequenas empresas

Com isso, BNDES busca mitigar impactos da pandemia de covid-19 na economia e, por meio de canais não bancários, ampliar crédito para pequenos empreendedores.

Dolar-Moeda estrangeira
Economia

Dólar ultrapassa R$ 5,30 e fecha no maior valor em duas semanas

Nos Estados Unidos, alta da indústria e impasse em negociações de novo pacote de estímulos pressionaram cotação. No Brasil, mercado aguarda reunião do Copom.