TCE-RJ convoca auditores substitutos para sessão plenária nesta terça

Publicado em 03/04/2017 - 16:16 Por Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Em nota divulgada hoje (3), o Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) comunicou a realização de sessão plenária amanhã (4), com conselheiros substitutos. Será a primeira sessão do tribunal após a prisão de cinco dos sete conselheiros no dia 29 de março, na Operação Quinto do Ouro, que investiga esquema de pagamento de vantagens indevidas relacionadas a contratos com órgãos públicos.

O delator do esquema de propinas, conselheiro Jonas Lopes de Carvalho, está fora do país, com a família, em viagem autorizada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Félix Fisher. Ele presidiu o tribunal de 2011 a 2016.

A convocação foi feita pela conselheira Marianna Montebello Willeman, que exerce interinamente a direção do TCE-RJ, de acordo com o que dispõe o Artigo 140 do Regimento Interno. Segundo a nota, os auditores Marcelo Verdini Maia e Andrea Siqueira Martins, substitutos de conselheiros, vão compor o plenário, junto com o auditor substituto Rodrigo Melo do Nascimento, que já vinha participando das sessões.

Sem conselheiros, o tribunal não poderia realizar sessões plenárias. A Lei Complementar 63/90 e o Regimento Interno do TCE-RJ exigem o mínimo de quatro conselheiros para as sessões.

“Com isso, completa-se o quórum mínimo de quatro conselheiros previsto no Regimento Interno do Tribunal", diz a nota. Segundo o entendimento da Procuradoria-Geral do Tribunal (PGT), "torna-se antijurídica, na situação atual, a aplicação da limitação legal sobre o exercício dos auditores substitutos em plenário, já que paralisaria o conselho deliberativo do TCE-RJ".

A decisão será publicada no Diário Oficial amanhã (4). O comunicado esclarece que os demais setores do Tribunal de Contas continuam trabalhando “sem qualquer interrupção das atividades no âmbito da Secretaria-Geral de Controle Externo“.

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Live Jair Bolsonaro 13.08.2020
Política

Bolsonaro: não existe tentativa de furar o teto de gastos

Bolsonaro defendeu a realização de investimentos públicos em áreas sociais e obras de infraestrutura, mas disse que não existe tentativa de "golpe" para "furar o teto".

A partir de hoje (17) estão liberadas as práticas de esportes coletivos como vôlei, futevôlei, beach tennis e futebol nas praias do Rio de Janeiro.
Geral

Senado aprova auxílio de R$ 600 para trabalhadores do esporte

O Senado aprovou hoje um projeto de lei que regulariza o recebimento do auxílio emergencial por funcionários e atletas do setor de esportes.

Edifício sede do Superior Tribunal de Justiça STJ
Justiça

Ministro do STJ revoga prisão domiciliar de Queiroz e esposa

 Fabrício Queiroz é investigado em um suposto esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. 

Vista geral da favela Morro Azul, na zona sul do Rio de Janeiro.
Geral

Rio: 1,4 mil mortes por covid-19 foram em favelas, mostra painel

Número se referem às favelas da capital. O estado do Rio de Janeiro registrou 14.080 óbitos desde a chegada do novo coronavírus no Brasil, dos quais 8.612  na capital.

O TSE aumentou o esquema de segurança para acessar o prédio do tribunal neste domingo
Justiça

TSE adia decisão a respeito de tese sobre abuso de poder religioso

Até o momento, os ministros Alexandre de Moraes e Tarcísio de Carvalho Neto votaram contra a medida. Somente o relator, Edson Fachin, defendeu a tese para punição. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

TJRJ determina que escolas se preparem para retorno, mesmo em greve

Decisão diz que 70% dos funcionários do administrativo devem retornar ao trabalho presencial, mesmo durante a greve, para prepararem a volta às aulas.