Relatoria da CPMI da JBS é disputada por três deputados

Publicado em 11/09/2017 - 18:49 Por Iolando Lourenço e Heloisa Cristaldo - Repórteres da Agência Brasil - Brasília

O presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS, senador Ataídes (PSDB-TO), disse hoje (11) que definirá, até as 22h, quem será o relator da comissão. Disputam o cargo os deputados Carlos Marun (PMDB-MS), delegado Francischini (SD-PR) e Hugo Leal (PSB-RJ). Pela regra da proporcionalidade, a relatoria seria ocupada pelo PMDB. No entanto, Ataídes informou que está conversando com as lideranças partidárias para definir quem ficará com a relatoria.

A CPMI tem reunião marcada para amanhã (12), às 10h, quando será anunciado o nome do relator e também deverão ser votados alguns dos requerimentos de convocação de pessoas para prestarem depoimentos. O senador Ataídes informou que vai colocar em votação requerimentos de sua autoria convocando para depor os empresários Joesley e Wesley Batista, donos da empresa JBS e também o executivo Ricardo Saud.

O senador também disse que vai colocar em votação requerimento de convite para que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, preste esclarecimentos sobre os termos da delação premiada celebrado com o Ministério Público Federal (MPF). Também já estão na comissão, aguardando apreciação, requerimentos para ouvir o ex-procurador do Ministério Público Marcelo Miller e o ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) Luciano Coutinho, entre outros.

Dentre os aspectos destacados por Ataídes para as investigações, estão os termos da delação dos irmãos Batista, a compra de ações e dólares na véspera da divulgação do acordo de delação e os lucros que tiveram na compra de moedas estrangeiras. De acordo com o presidente da comissão, a CPMI vai trabalhar em parceria com a CPI do BNDES e também com a operação Lava Jato. O senador está trabalhando para que um delegado da Polícia Federal, que tenha atuado na Lava Jato, atue junto à CPMI.

Instalada no dia 5 deste mês pelo Congresso Nacional, a CPMI vai investigar irregularidades envolvendo a empresa JBS e a holding J&F em operações com o BNDES.

 

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias