Filhos de Bolsonaro discutirão com PF reforço à segurança da família

Publicado em 09/09/2018 - 14:53 Por Camila Maciel – Repórter da Agência Brasil - São Paulo
Atualizado em 09/09/2018 - 16:05

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), disse hoje (9) que ele e o irmão Flávio terão reunião com o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Rogério Galloro, nesta segunda-feira (10). Eles falarão sobre um possível reforço de segurança para o pai e para a família do candidato.

Jair Bolsonaro está internado no Hospital Albert Einstein, na capital paulista, desde sexta-feira (7), quando foi transferido da Santa Casa de Juiz de Fora (MG). Ele sofreu um ataque à faca na quinta-feira (6) enquanto fazia uma atividade de campanha pelas ruas da cidade.

“Vamos bater papo lá [na Polícia Federal] para saber o que pode ser feito em relação à segurança. A gente sabe que ele [Jair] faz questão desse contato com o povo e diante desse quadro é muito difícil fazer a segurança de uma autoridade, mas acredito que o nível de periculosidade que o Jair Bolsonaro se encontra é muito maior”, disse o deputado, em entrevista à imprensa. Ele esteve hoje no Hospital Albert Eistein. 

Sobre o estado de saúde do pai, Eduardo destacou que o quadro está evoluindo e que Jair Bolsonaro já começa a se movimentar mais pelo quarto com a ajuda de um andador. “Os médicos falam que a recuperação dele está sendo boa, mas ainda está numa UTI [unidade de terapia intensiva], está um pouco anêmico, está fraco, não está 100%, mas está melhorando bem”, disse à imprensa.

Nas redes sociais da campanha, Bolsonaro afirmou agora à tarde que continuará na disputa ao Palácio do Planalto e destacou a importância da colaboração de seus apoiadores. “De forma alguma estamos fora do pleito! Não daremos esse gosto a quem desejou este desfecho! Brasil Acima de Tudo! Deus acima de todos!”, escreveu.

Mais cedo foi publicado um vídeo atribuído a Débora Maciel, uma adolescente que canta e toca violão, em homenagem ao candidato. “Difícil não se encantar e não se emocionar”, afirmou Bolsonaro, acrescentando que “logo estaremos 100%”.

Filiação

Ainda sobre as investigações, Eduardo Bolsonaro disse à imprensa considerar o ataque contra o pai como um “atentado político” e destacou o fato de que Adélio Bispo Pereira, agressor confesso do deputado, foi filiado ao PSOL. “Demonstra o viés marxista, esquerdista dele, sim. Isso é inegável. E tentou matar Jair Bolsonaro por acreditar que é uma pessoa que não pode chegar a Presidência da República”, declarou.

De acordo com informações do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Adélio foi filiado ao PSOL entre os anos de 2007 a 2014. Em nota, o presidente nacional da legenda, Juliano Medeiros, disse que o fato de o agressor ter sido filiado “não altera em nada o posicionamento do partido em relação ao inaceitável atentado sofrido por Jair Bolsonaro”.

O partido manifesta repúdio ao ataque sofrido pelo candidato à Presidência e defendeu que o responsável responda pelos atos de acordo com a lei.

Edição: Juliana Andrade

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Teste rápido de COVID-19
Saúde

Estado do Rio registra quase 179 mil casos de covid-19

A capital lidera o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus (74.421 casos). Em seguida vem Niterói (9.380) e São Gonçalo (9.298), ambas na Região Metropolitana.  

 


 

VITÓRIA ATLÉTICO MINEIRO E EMPATE DO SANTOS
Esportes

Flamengo perde para o Atlético mineiro no Maracanã

 

Na segunda rodada, o Atlético recebe o Corinthians em jogo previsto para  quinta-feira (13). Já o Flamengo enfrenta um dia antes (12), o Atlético Goianiense.

 

Manifestantes carregam bandeiras nacionais durante um protesto contra o governo no centro de Beirute, Líbano, em 20 de outubro de 2019
Internacional

Polícia entra em confronto com manifestantes em Beirute

Milhares de pessoas foram para a Praça do Parlamento e para a Praça dos Mártires Os manifestantes tentaram entrar em uma área isolada e invadiram os escritórios de ministérios.

Teste rápido de COVID-19
Saúde

Brasil registra 3 milhões de casos de covid-19 e 101 mil mortes

Dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde no início da noite deste domingo (9). Nas últimas 24 horas, o país registrou 23.010 novos casos e 572 mortes. 

Esportes

STJD aceita pedido do Goiás e partida contra o São Paulo é adiada

Cancelamento ocorreu 10 minutos antes do jogo começar. É que 10 jogadores testaram positivo para o novo coronavírus, sendo 8 titulares. Partida ainda não tem nova data.

 

O filme Yover, produzido por Edison Sanchez e Miguel Zanguña Billalva, será exibido na Mostra Ecofalante
Geral

Mostra traz filmes de 24 países sobre questões ambientais e sociais

O 9 º Festival Ecofalante vai de 12 de agosto a 20 de setembro. Terá sessões online por causa da pandemia. Os filmes ficam disponíveis por períodos que variam de 24 horas a dez dias.