Congresso inicia sessão para analisar 11 vetos presidenciais

Cinco dos vetos trancam a pauta e impedem a análise de outras matérias

Publicado em 27/11/2019 - 11:30 Por Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil - Brasília

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) abriu há pouco a sessão do Congresso Nacional para analisar 11 vetos presidenciais. Cinco deles trancam a pauta e impedem a deliberação de outros projetos. A votação, que estava prevista para ontem (26), foi adiada por falta de quórum.

Até as 11h, apenas 99 deputados e 14 senadores haviam confirmado presença. Em razão do baixo quórum na sessão de terça-feira, Alcolumbre determinou o cancelamento das reuniões das comissões do Senado e da Câmara. Mas até o início da sessão, algumas comissões na Câmara estavam funcionando.

O presidente do Senado afirmou que as votações feitas pelas comissões após o início da sessão do Congresso serão anuladas.

Acordo

Na semana passada, os parlamentares costuraram um acordo, durante reunião entre líderes da Câmara e do Senado com Alcolumbre, que preside o Congresso. O acordo prevê a votação nominal de apenas dois destaques em separado, um da Rede e outro do Novo.

Com isso, destaques apresentados por PT, DEM, PSL e Podemos seriam retirados, e os demais vetos seriam decididos na cédula de votação, cuja apuração é eletrônica.

Entre os vetos que serão mantidos está um dispositivo do VET 35/2019, que proíbe a utilização, pelos partidos políticos, de sistemas de prestação de contas diferentes do software fornecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Outro veto que deverá ser confirmado é o VET 34/2019, que proíbe a emissão da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) por meio eletrônico. O terceiro veto mantido (VET 44/2019) acaba com a preferência concedida a mulheres marisqueiras no pagamento de indenizações.

Além dos vetos os parlamentares devem votar ainda 24 projetos de crédito orçamentário, no valor global de R$ 22 bilhões.

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Edifício - sede do Banco Central do Brasil no Setor Bancário Norte
Economia

Copom reduz juros básicos da economia para 2% ao ano

Essa foi a nona redução seguida. Corte de 0,25 ponto percentual na taxa Selic, que está no menor nível da história, era esperado pelos analistas financeiros.

Lixão da Estrutural
Geral

Quase metade dos municípios ainda despeja resíduos em lixões

Conclusão faz parte do Índice de Sustentabilidade da Limpeza Urbana (ISLU), elaborado pelo Sindicato Nacional das Empresas de Limpeza Urbana (Selurb), com dados de 3,3 mil cidades brasileiras.

Fachada do edifício sede do Supremo Tribunal Federal - STF
Justiça

STF determina que governo adote medidas para proteger indígenas

Entre as medidas estão a manutenção de barreiras sanitárias para proteger os indígenas isolados da contaminação e a criação de um comitê para acompanhamento das ações durante a pandemia

lavoura agricultura familiar
Política

Senado aprova auxílio financeiro para agricultores familiares

Projeto prevê pagamento de cinco parcelas de R$ 600 e também um fomento emergencial de inclusão produtiva rural, no valor de R$ 2,5 mil, em parcela única, por família. 

Fachada do Ministério da Saúde na Esplanada dos Ministérios
AO VIVO Saúde

Ao vivo: Ministério da Saúde atualiza informações sobre covid-19

Desde o início da pandemia, 2.801.921 de brasileiros contraíram o novo coronavírus, 1.970.767 pessoas se recuperaram, 95.819 morreram e 735.335 pacientes estão em acompanhamento.

bahia
Esportes

Bahia e Atlético de Alagoinhas inciam duelo por título estadual

Tricolor tenta o tri da competição, enquanto Carcará luta pelo primeiro campeonato da história do clube.