Depois de mais de meio século considerado extinto, mico-leão-dourado reaparece no Rio de Janeiro

Depois de mais de meio século considerado extinto, mico-leão-dourado reaparece no Rio

Publicado em 12/05/2017 23:56 Por Joana Moscatelli - Rio de Janeiro

Depois de mais de um século considerado extinto na cidade do Rio de Janeiro, o mico-leão-dourado foi visto por pesquisadores na Estação Biológica Fiocruz Mata Atlântica, em Jacarepaguá, na zona oeste da capital fluminense. Em abril, estudiosos conseguiram registrar o aparecimento de três macacos da espécie. Um dos responsáveis pela gestão ambiental na estação, o biólogo Ricardo Moratelli, contou que os animais foram vistos pela primeira vez em 2015.

Segundo Moratelli, para que possam ser feitos testes que comprovem a origem desses animais, o Inea, Instituto Estadual do Ambiente, e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) terão de conceder licenças para os testes.

Até o momento, os pesquisadores descobriram que os macacos avistados estão vivendo na área da estação em grupos mistos com saguis de tufo branco, que são animais do Nordeste brasileiro. No estado do Rio de Janeiro, atualmente, existem pouco mais de 3 mil micos-leões-dourados.

*Com informações de Alana Gandra, da Agência Brasil

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique