Medicamentos não podem ser descartados no lixo comum das residências

Medicamentos não podem ser dispensados no lixo comum

Publicado em 02/03/2020 21:05 Por Jéssica Gonçalves - Brasília

Os medicamentos vencidos ou o restante daqueles que não serão mais utilizados não podem ser descartados no lixo comum das residências. O alerta é da Secretaria de Saúde do Distrito Federal.


A farmacêutica Dayane Serpa afirma que os remédios causam prejuízos ao meio ambiente.

“O principal motivo é o fato de o medicamento ser um lixo químico, então ele não pode ser tratado da mesma forma que os outros tipos de lixo que a gente gera nas nossas residências. Porque ele gera tanto um risco de contaminação das pessoas que podem ter contato com esse rejeito – nas estações de tratamento, os catadores – como o risco de contaminação do meio ambiente, como o lençol freático”.


No Distrito Federal, uma lei de 2013 obriga farmácias a receberem medicamentos com prazo de validade vencido.

Alguns estabelecimentos oferecem em suas unidades estações de coleta, espaços criados com base em normas de segurança e sanitárias para facilitar esse descarte. Há 64 pontos disponíveis.


Para saber qual o local mais próximo da sua casa, acesse: descarteconsciente.com.br

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique