Canção We Are The World em prol da África completa 30 anos

Publicado em 28/01/2015 - 07:30 Por Apresentação Márcia Dias - Brasília

A música em defesa da vida.  Assim poderia ser entendida a canção WE ARE THE WOLRD, ou “Nós somos o mundo”, em português, que hoje completa trinta anos, e continua como um dos títulos mais vendidos de todos os tempos. Composta por Michael Jackson e Lionel Richie, gravada por quarenta e quatro dos maiores nomes da música norte-americana essa canção fez parte do projeto que arrecadou fundos para o combate à fome e doenças na África.

 

Michael Jackson e Lionel Richie se Inspiraram em um festival organizado pelo músico irlandês Bob Geldof, que reuniu dezenas de astros da música mundial, em 1984, e arrecadou dinheiro para os famintos da Etiópia. Entre os cantores que gravaram a música estão: Tina Turner, Billy Joel, Bob Dylan, Cyndi Lauper, Ray Charles e Stevie Wonder.

 

Em três meses, atingiu o primeiro lugar na parada de sucessos dos Estados Unidos. Só lá, foram vendidas sete milhões de cópias. A maior parte do dinheiro arrecadado na empreitada foi enviada para países da África, especialmente para a Etiópia; onde muita gente morria de fome.

 

Alguns críticos da ação alegam que o dinheiro foi entregue aos governos, muitos dos quais comandados por ditadores, em vez de entregar diretamente a população necessitada e por isso ocorreram desvios.

 

O projeto não ficou só no WE ARE THE WOLRD. Outro evento beneficente, o Hands Across América reuniu cerca de sete milhões de pessoas que de mãos dadas fizeram uma corrente humana durante quinze minutos, num caminho que se espalhava pelos Estados Unidos.

 

Para ingressar na fila, os participantes tinham que pagar dez dólares. O dinheiro arrecadado também foi usado no combate a fome e na construção de moradias na África. As duas iniciativas WE ARE THE WOLRD e HANDS ACROSS AMÉRICA arrecadaram juntas cerca de cem milhões de dólares.

 

História Hoje : Programete sobre fatos históricos relacionados às datas do calendário. É publicado de segunda a sexta-feira.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

AM: Vigilância em Saúde alerta para risco de doenças devido às cheias

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas alerta para o risco de transmissão de doenças, e faz um alerta: a população deve ficar atenta durante a limpeza das residências, para a presença de animais peçonhentos.

Baixar arquivo
Segurança

Formulário que avalia risco para mulher que sofre violência vira lei

Documento precisará ser aplicado preferencialmente pela Polícia Civil. Entre as questões a serem respondidas  estão se a vítima está grávida; se o agressor tem acesso a armas e faz uso de drogas ou álcool; e se os filhos já presenciaram as agressões.

Baixar arquivo
Cultura

Inhotim reabre as portas após mais de um ano sem funcionar

Para a reabertura, medidas de segurança foram reforçadas, como ter apenas 10% da ocupação total, no máximo 500 visitantes e funcionamento somente de sexta a domingo. O ingresso deve ser adquirido de forma antecipada no site do museu.

Baixar arquivo
Saúde

Ministério da Saúde anuncia ampliação de contrato com Butantan

Serão 30 milhões de doses a mais da CoronaVac para entrega no segundo semestre. Até agora, o acordo previa 100 milhões de unidades do imunizante produzido pelo instituto paulista.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: aumenta para sete o número de vacinas autorizadas no Brasil

A Organização Mundial da Saúde e as oito agências que fazem parte da Coalizão Internacional de Autoridades Reguladoras de Medicamentos fizeram hoje um apelo aos desenvolvedores de remédios e vacinas, para que ofereçam amplo acesso a dados clínicos de todos os novos medicamentos e vacinas.

Baixar arquivo
Justiça

Prazos processuais são suspensos no STF após instabilidade do sistema

Suspensão valeu para esta quinta e sexta-feira (7). Supremo diz que identificou acesso "fora do padrão" e tirou o site do ar para proteger sistema. Nenhum dado foi vazado, segundo a Corte.

Baixar arquivo