Liga de bloco do Rio aproveita o Carnaval para tratar de temas sociais

Rio de Janeiro

Publicado em 19/02/2020 - 07:21 Por Lígia Souto - Rio de Janeiro

Nem só de festa e brincadeira vive o Carnaval carioca. O período de folia também abre espaço para levantar importantes bandeiras. E foi com essa intenção que a Liga Carnavalesca Amigos do Zé Pereira, formada por oito blocos, decidiu apostar em um Carnaval de rua alegre como todos os anteriores, mas ainda mais consciente das questões sociais e que envolvem o meio ambiente.


Em seu oitavo ano de desfile, a Liga também vai incluir nesta edição ações e campanhas de conscientização. Elas serão desenvolvidas, cada uma a seu modo, pelos já consagrados blocos que compõem a associação, como explica o produtor cultural Rodrigo Rezende, presidente da Liga Amigos do Zé Pereira.


“Além da gente fazer as tradicionais ironias, brincadeiras e troças, a gente está buscando esse ano trazer esses assuntos à tona. Então você tem blocos como a Orquestra Voadora, que tem uma pegada de conscientização contra o assédio, a favor de um carnaval mais livre; a gente tem o Quizomba, que também está nessa; o vagalume, que desde a sua origem tem a intenção de ter pegada sustentável. Então é por aí que estamos montando o carnaval deste ano”.


Além da música e do cenário, que promovem a inclusão social e o respeito a diversidade, há também ações concretas, como plantio de mudas e tenda de apoio às mulheres vítimas de assédio. Dessa forma, segundo o produtor, o carnaval acaba servindo como vitrine para essas questões. 


“A gente no Carnaval tem a possibilidade de falar para milhões de pessoas. Você ter essa possibilidade já te gera um empoderamento no sentido da informação. De você trazer essas questões sociais e ao mesmo tempo estar aberto para poder dialogar com todo tipo de pessoa, sem exceção”.


Os blocos que compõem a liga Amigos do Zé Pereira arrastam, todos os anos, cerca de 500 mil foliões para as ruas da cidade.

Últimas notícias
Pesquisa e Inovação

Motoristas recebem notificação antecipada de multas em novo serviço

As mensagens começaram a ser enviadas esta semana por e-mail, SMS e pelo aplicativo gov.br. Esse serviço, chamado de Notifica gov.br, ainda está em operação-piloto e deverá ser ampliado para outras áreas. 

Baixar arquivo
Saúde

Paciente do RJ testa negativo para variante Ômicron

Paciente de 29 anos, que chegou ao Rio vinda recentemente de uma viagem à África do Sul, estava sob suspeita de infecção pela Ômicron, nova variante do coronavírus.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Prêmio de Acessibilidade reconhece iniciativas de inclusão de PCDs

Programa de instituto da Baixada Fluminense que oferece livros com linguagem inclusiva, como em Libras, e ação da prefeitura de João Pessoa que proporciona banho de mar acessível, passeio de caiaque e vôlei sentado foram algumas iniciativas premiadas.

Baixar arquivo
Economia

Produção industrial brasileira recua 0,6% em outubro, diz IBGE

 Esta é a quinta queda consecutiva do indicador, que acumula perda de 3,7%. Os dados estão na Pesquisa Industrial Mensal, divulgada nesta sexta-feira (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Baixar arquivo
Esportes

Em 2000, Gustavo Kuerten chegava ao topo do ranking mundial de tênis

Neste dia, há 21 anos, Gustavo Kuerten vencia a final do Masters de Lisboa, em Portugal, contra um dos favoritos, o norte-americano Andre Agassi. A vitória fez de Guga o primeiro sul-americano a terminar uma temporada como o número 1 do mundo.

Baixar arquivo
Cultura

Merval Pereira é eleito presidente da Academia Brasileira de Letras

O jornalista e escritor de 72 anos, que se tornou acadêmico em 2011, vai presidir a ABL no ano de 2022. Recentemente, a Academia adicionou quatro integrantes: Fernanda Montenegro, Gilberto Gil, Paulo Niemeyer Filho e José Paulo Cavalcanti.

Baixar arquivo