"Formato virtual é oportunidade de incluir pessoas", afirma cineasta

Publicado em terça-feira, 19 Janeiro, 2021 - 18:35 Por Solimar Luz - Rio de Janeiro

A Mostra de Cinema de Tiradentes chega à sua 24ª edição sem a presença do público e sem tapete vermelho, na cidade mineira que lhe deu nome. O evento, que abre o calendário audiovisual brasileiro no próximo dia 22, também teve que se adaptar à pandemia, e trocou o cenário da tradicional Tiradentes pelo formato totalmente virtual. Para o curador Francis Vogner, esta é uma tendência que deve continuar, em outros anos, em festivais.

Na programação online, 114 filmes, de 19 estados, entre longas, médias e curtas-metragens; além de seminários, debates, shows, atrações artísticas e culturais.

A homenageada desta edição é a cineasta Paula Gaitán.  Nascida em Paris e de origem colombiana, Paula Maria Gaitán lançou seu primeiro filme em 1989, Uaka, filmado no Xingu. Na abertura da mostra, no próximo dia 22, o público terá a oportunidade de assistir, em pré-estreia mundial, o documentário Ostinato, uma homenagem da cineasta ao músico Arrigo Barnabé. Para a coordenadora geral da Mostra, Raquel Hallak, Gaitán está muito à frente do seu tempo.

E a produção audiovisual do Rio de Janeiro também marcará presença na mostra mineira, com filmes como O Cerco, Subterrânea, Mulher Oceano, Todas as Melodias e Sementes: Mulheres Pretas no Poder. 

No novo formato, a Mostra de Cinema de Tiradentes ganhou a Sessão da Meia-noite, que vai exibir dois longas-metragens de terror.

A mostra vai até o dia 30 de janeiro, e pode ser acompanhada de forma gratuita, na página mostratiradentes.com.br

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Educação

MPDFT pede volta de aulas presenciais na rede pública de ensino

No processo, o MP defende que a educação deve ter seu retorno definido como prioridade pelo governo local, por considerar uma atividade essencial. Também pede a retomada das aulas presenciais de forma escalonada, progressiva e facultativa aos pais e responsáveis, sendo respeitados todos os protocolos de segurança sanitária nos ambientes escolares para impedir a propagação da covid-19.

Baixar arquivo
Política

Senado deve votar hoje PEC sobre retomada do auxílio emergencial

A proposta é a que abre caminho para a volta do auxílio emergencial, que será pago em 4 parcelas mensais de R$250, segundo a previsão do governo.

Baixar arquivo
Esportes

Copa do Nordeste: Fortaleza e CRB se enfrentam nesta quarta-feira

Hoje tem jogo pela Copa do Nordeste: Fortaleza e CRB. 

Confira também os jogos pelos campeonatos estaduais marcados para esta quarta-feira (3), com Bruno Mendes. 

Baixar arquivo
Política

Empresas privadas poderão comprar vacina contra a covid-19

Projeto foi aprovado na Câmara e segue para sanção presidencial.  O texto aprovado pelos deputados estabelece que enquanto durar a vacinação dos grupos prioritários, as doses compradas pela iniciativa privada deverão ser integralmente doadas ao SUS.

Baixar arquivo
Saúde

Governadores pedem ação integrada para combate à covid-19

Ao longo do dia, os governadores também estiveram com representantes do Ministério da Saúde. E ouviram da presidente da Comissão de Orçamento, a deputada Flávia Arruda, do PL, a promessa de receberem R$14,5 bilhões  em emendas parlamentares destinadas ao Sistema Único de Saúde.

Baixar arquivo
Política

Não há crise entre o Brasil, China e Estados Unidos, diz ministro

O ministro das relações exteriores, Ernesto Araújo, afirmou hoje que não há crise entre o Brasil, China e Estados Unidos. Na coletiva de imprensa sobre a política externa, realizada, nessa terça (02), Araújo disse que a crise com embaixador chinês no país está superada.

Baixar arquivo