Obras de Oscar Niemeyer são tombadas em definitivo pelo Iphan

Com o tombamento, edificações passam a ficar sob a vigilância do Iphan

Publicado em 23/04/2021 - 10:35 Por Kariane Costa - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Após 14 anos do início do processo, 27 obras do arquiteto Oscar Niemeyer no Distrito Federal, incluindo os edifícios do Distrito Federal, como o Congresso Nacional, Supremo Tribunal Federal, além dos palácios do Jaburu, Alvorada e da Justiça foram tombados em definitivo pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Em 2007, o próprio Niemeyer encaminhou às autoridades uma lista de obras que deveriam ser tombadas na capital do país. Na prática , quando é tombado o bem passa a ser protegido pelas autoridades, que ficam responsáveis pela manutenção, impedindo que os prédios e monumentos sejam destruídos ou descaracterizados.

Com o tombamento, as obras escolhidas ficam sob a vigilância do Iphan. Qualquer intervenção nessas obras e no seu entorno devem ser autorizadas pelo órgão.

O historiador e coordenador técnico do Iphan,  Thiago Perpétuo,  explica que o processo de tombamento, como o do conjunto de prédios em Brasília, é complexo e pode levar anos para ser concluído. Mas Thiago lembra que isso não significa que os monumentos estavam desprotegidos.

Um dos maiores arquitetos do país, e nome de destaque na  moderna arquitetura brasileira, Oscar Niemeyer morreu em 2012. Ele foi responsável por mais de 200 obras no Brasil e no exterior.

O conjunto de edificações agora protegido está em quatro cidades: Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo e Brasília. Em São Paulo, por exemplo, está o conjunto projetado para o Parque do Ibirapuera, que inclui os palácios das Artes, das Nações, dos Estados, da Indústria e o da Agricultura, além da Grande Marquise.

Já no Rio de Janeiro, está a Passarela do Samba e a Casa das Canoas, projetada originalmente para ser a residência de Niemeyer. Em Brasília está a maior parte dos bens tombados, que inclui os blocos ministeriais, Teatro Nacional, Memorial JK e Memorial dos Povos Índígenas.

Edição: Roberto Piza / Nathália Mendes

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Polícia e MP fazem operação contra traficantes que criaram "delivery"

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro realizam, nesta sexta-feira, uma operação contra traficantes, que criaram um serviço de delivery para venda de drogas em áreas nobres da Barra da Tijuca e da Zona Sul carioca.

Baixar arquivo
Saúde

Rio volta a suspender aplicação da CoronaVac

A decisão, que entrou em vigor nesta sexta-feira (17), foi anunciada pela Secretaria Municipal de Saúde, que aguarda agora a liberação de um lote com 166 mil vacinas, suspenso de forma cautelar pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Baixar arquivo
Esportes

CRB e Vasco ficam no empate pela Série B

CRB e Vasco empataram em 1 a 1. Cruzeiro e Operário (PR) também ficaram no 1 a 1. O Remo venceu o Avaí por 2 a 1.

Baixar arquivo
Saúde

Ministério da Saúde muda recomendação sobre vacinação de adolescentes

Porém, os conselhos que representam os secretários estaduais e municipais de Saúde defenderam a continuidade da vacinação na faixa etária de 12 a 17 anos e disseram que não foram consultados sobre a mudança. Para eles, a decisão não tem base técnica e científica, e coloca em risco a principal ação de controle da pandemia, que é a vacinação.

Baixar arquivo
Geral

Começam as celebrações da Semana Nacional do Transito

No Distrito Federal, as atividades começam um dia antes, nesta sexta-feira, no Museu da República. Estão previstas palestras com foco na segurança no trânsito, atividades com jogos educativos e apresentações artísticas.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz entrega 2,1 milhões de vacinas ao Ministério da Saúde

A Fiocruz voltou fornecer os  imunizantes na segunda-feira, após duas semana de interrupção devido a atraso na entrega do Ingrediente Farmacêutico Ativo, que é importado da China.

Baixar arquivo