RJ destina R$ 4 milhões em editais a escolas de samba

Publicado em 26/04/2021 - 17:22 Por Leandro Martins - Rádio Nacional - Brasília

 

Um dos setores mais impactados pela pandemia tem a chance de concorrer a uma fatia do socorro financeiro oferecido pela Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro. A partir desta segunda-feira (26), pelo período de 30 dias, escolas de samba e blocos de rua, que mantêm viva a indústria do carnaval, podem se inscrever para participar de editais de premiação destinados ao setor. Serão disponibilizados R$ 4 milhões para projetos de espetáculos e shows com transmissão pela internet.

Publicados na semana passada, os dois editais pretendem fomentar a atividade cultural e gerar renda para os profissionais, prejudicados com o cancelamento da folia de 2021. Tanto os desfiles, que tradicionalmente sacodem a Marquês de Sapucaí, quanto os blocos que agitam as ruas do Rio, precisaram suspender a festa este ano por causa da grave crise sanitária provocada pelo novo coronavírus.

As medidas necessárias para conter a doença repercutiram, especialmente, entre aqueles que vivem do carnaval. Ritmistas, intérpretes, compositores, passistas, aderecistas, costureiras e tantos outros trabalhadores viram a renda desaparecer ao longo desse período.

O estímulo chega para atenuar esses efeitos. E, também, para matar um pouco a saudade do carnaval, já que as apresentações, mesmo que online, vão permitir reviver a emoção que a folia transmite.

Ao todo, serão contemplados 104 projetos. As agremiações do Grupo Especial terão direito a R$ 150 mil cada. Já as do grupo de acesso, poderão ser premiadas individualmente com 40 mil. Para as demais, incluindo as Mirins, o valor será de R$ 20 mil.

Os blocos de carnaval de rua serão contemplados em um segundo edital. Pelas regras, só poderão participar os que são vinculados a federações ou associações.

Os requisitos estabelecem, ainda, que os concorrentes não podem ter recebido verba da Secretaria nos últimos 12 meses, incluindo editais da Lei Aldir Blanc. Outro critério exigido é comprovar a realização de desfiles no ano passado.

Para se inscrever, os interessados devem acessar o sistema Desenvolve Cultura, disponível no site da Secretaria, no endereço, www.cultura.rj.gov.br.

Da Rádio Nacional no RJ, Lígia Souto.

Edição: Vitoria dos Santos / L Pedrosa

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Inpi prioriza tecnologias e fármacos destinados ao combate da covid-19

O Inpi, órgão responsável pelas patentes no Brasil, está priorizando o trâmite de processos que sejam voltados para tecnologias e fármacos destinados ao combate ao novo coronavírus. O objetivo é acelerar o exame de pedido de patentes de produtos relacionados à covid-19.

Baixar arquivo
Saúde

Butantan anuncia que IFA da Coronavac chega na próxima semana

  1. O Instituto Butantan anunciou que deve receber dia 26 de maio, um novo lote do IFA, o insumo farmacêutico ativo, usado para a produção da Coronavac. A previsão é de que a China envie quatro mil litros do insumo, o que daria para produzir cerca de 6,7 milhões de doses da vacina.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Covid: pandemia agrava situação de vulnerabilidade da população LGBTI

A pandemia da covid-19 fez com que a situação de vulnerabilidade social de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis se agravasse. O alerta, feito nesta segunda-feira, Dia Internacional de Luta contra a LGBTfobia, é do coordenador do grupo Arco Íris e diretor da aliança nacional LGBTI, Claudio Nascimento.

Baixar arquivo
Economia

Lei para afastamento de grávidas das funções presenciais gera duvidas

A lei que determina o afastamento de mulheres grávidas de atividades presenciais durante a pandemia tem gerado dúvidas entre as trabalhadoras que exercem funções que não podem ser feitas à distância, como é o caso das empregadas domésticas.

Baixar arquivo
Economia

Monitor do PIB da FGV prevê crescimento de 1,7% no primeiro trimestre

O Monitor do PIB da Fundação Getúlio Vargas prevê crescimento de 1,7% na economia brasileira nesse primeiro trimestre do ano, em comparação ao quarto trimestre de 2020. E o resultado positivo está sendo calculado já considerando a retração de 2,1% em março, com relação a fevereiro.

Baixar arquivo