Fórum Social lembra “atingidos ocultos” do desastre em Mariana

Publicado em 21/01/2016 - 15:35 Por Camila Maciel - Porto Alegre

Pescadores e agricultores são alguns dos moradores da região mineira de Mariana afetada pelo rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Samarco, em novembro passado. Eles, no entanto, não são identificados como atingidos pela tragédia, segundo denuncia o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB). São os chamados “atingidos ocultos”, como explica Neudicléia Oliveira, da coordenação nacional do movimento, que participou nesta quinta-feira de debate sobre o assunto no Fórum Social Temático, em Porto Alegre.


Na atividade do Fórum, o Movimento dos Atingidos por Barragens cobrou uma política nacional que defina quem são os afetados por desastres como este, pois, de acordo com a organização, é a própria empresa que seleciona quem será indenizado. Com isso, Neudicléia avalia que essas pessoas passam por uma dupla violação de direitos: de “um lado são atingidos pela lama, pela água suja, e por outro, vão ter que provar legalmente que elas sofreram consequências pelo rompimento” da barragem.


A presidenta da Central Única dos Trabalhadores (CUT) de Minas Gerais, Beatriz Cerqueira, falou no debate sobre a necessidade de pensar um novo modelo de mineração. Para ela, “os indicadores sociais de Mariana não correspondem ao fato de receberem mais recursos dos impostos da mineração”. Para a dirigente da CUT, “esse modelo não repercute em desenvolvimento para a região para que as comunidades aturem esse tipo de violação”.


A reportagem procurou a Samarco, mas não houve retorno até a veiculação da matéria.

Últimas notícias
Política

Corregedoria da Câmara de SP abre processo por racismo contra vereador

A relatora foi a vereadora Elaine Mineiro, do PSOL, que recomendou a cassação de Camilo Cristófaro, sem partido.

Baixar arquivo
Geral

SP: Polícia Civil analisa novas imagens de ônibus de dupla sertaneja

No último dia 7 de maio, o ônibus tombou e matou 6 pessoas, entre elas o do cantor Aleksandro, que fazia dupla com Conrado, na altura da cidade de Miracatu, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Economia

Ministério da Economia prevê inflação de 7,9% para 2022

A Secretaria de Política Econômica justificou que o aumento dos preços dos alimentos, dos combustíveis e dos serviços fez a equipe do governo revisar para cima a previsão do IPCA para 2022.

Baixar arquivo
Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. 

Baixar arquivo
Política

Presidente da República almoça com embaixadores de 18 países no Rio

Como exemplo de situações de instabilidade mundial, que demonstram a segurança oferecida pelo Brasil, Jair Bolsonaro citou os riscos de desabastecimento que vários países vêm passando.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: crimes contra a vida têm queda de 17%

Os dados são relativos aos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.025 vítimas, o menor número desde 1991.

Baixar arquivo