Violência sexual contra mulheres em casa cresceu 17% no RJ durante isolamento

Isolamento social

Publicado em 05/06/2020 - 20:35 Por Fabiana Sampaio - Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro registrou aumento nos casos de violência doméstica contra a mulher durante o isolamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus. A informação está em levantamento feito pelo Instituto de Segurança Pública do Estado (ISP).

 

Apesar dos dados gerais dos crimes apresentarem queda, houve elevação nos índices de delitos mais graves,  como violência física e sexual,  praticados dentro das residências.

 

O estudo do ISP inédito foi realizado a partir de dados verificados entre 13 de março e 30 de abril, quando o governo do estado começou a adotar as medidas restritivas para prevenir a propagação  do coronavírus.

 

No caso da violência física, o aumento foi de 8% no período de isolamento social decretado no estado  na comparação com o ano passado. Já a  violência sexual registrou  uma variação ainda maior, de cerca de 17%.

 

Os dados têm como base registros de ocorrência da Secretaria de Polícia Civil, assim como as ligações para o Serviço 190 da Polícia Militar e o Disque Denúncia no período avaliado.

 

O Serviço 190 da Polícia Militar apresentou aumento de 12% na quantidade de ligações referentes a crimes contra a mulher no período analisado, comparado a 2019. Já o número de ligações para a central de atendimento do Disque Denúncia apresentou redução de 60% das denúncias de violência contra mulher.

 

No entanto, como explica a diretora do ISP, Adriana Mendes, a redução do número de registros não significa que a violência contra a mulher esteja diminuindo, mas sim que poderá haver subnotificação importante neste período de isolamento social devido às restrições de circulação.

 

Mendes afirma que os agressores dessas mulheres podem ter uma falsa sensação de impunidade nos atos criminosos em casa durante o isolamento. No entanto, ela reforça que os serviços da Polícia estão disponíveis no período e a mulher deve procurar ajuda.

 

A coordenadora da Casa da Mulher Trabalhadora,  que presta apoio a mulheres vítimas de violência, Eleutéria Amora, afirma que os lares nunca foram  locais seguros para muitas mulheres, e que as situações de conflito acabaram se agravando com o isolamento social.

 

O  levantamento, feito por mulheres do instituto, vai ser atualizado mensalmente, e com isso,  o ISP espera  auxiliar o estado na  adoção de políticas de enfrentamento à violência contra a mulher durante a pandemia.

Últimas notícias
Economia

Carlos França afirma que entrada do Brasil na OCDE trará investimentos

O ministro das relações exteriores, Carlos França afirmou que a entrada do Brasil na OCDE vai ajudar a trazer investimentos estrangeiros e criar um ambiente de negócios favorável ao país.

Baixar arquivo
Saúde

Boletim da Fiocruz aponta aumento de casos de covid em todo o país

São 25 unidades da federação que apresentam ao menos uma macrorregião de saúde com nível de casos semanais de Síndrome Respiratória Aguda Grave considerado muito alto ou extremamente alto. 

 

Baixar arquivo
Saúde

Hospitais federais do RJ vão receber mais 1.700 profissionais de saúde

Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro tem cobrado a realização de concursos públicos para substituir de forma definitiva os profissionais que atuam com contratos temporários.

Baixar arquivo
Política

Voo com 211 brasileiros deportados dos EUA chega ao Brasil

Coordenadoria da Infância e Juventude do TJ-MG informou que 90 crianças que desembarcaram do voo humanitário estavam acompanhadas por pelo menos um responsável com vínculo biológico e que nenhuma precisou ir para abrigos.

Baixar arquivo
Geral

Trotes para serviços de emergência viram multa no Acre

Nos últimos três anos, o Acre registrou mais de 15 mil trotes. E esse não é um problema que atinge somente os serviços de urgência no estado.

Baixar arquivo
Economia

Aumento de contaminações por covid desacelera crescimento do turismo

A onda da pandemia de covid-19 provocada pela variante ômicron fez com que destinos turísticos muito procurados no país tivessem redução na oferta de voos diários ao longo do mês de janeiro.

Baixar arquivo