Mulheres enfrentam desafios para voltar ao mercado após maternidade

Publicado em 07/05/2021 - 07:07 Por Beatriz Albuquerque - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Quem vai cuidar dos seus filhos para você trabalhar? E se ficarem doentes, você vai ter que faltar? Tem alguém para levá-los ao pediatra todos os meses? Quem é mãe e busca uma oportunidade no mercado de trabalho já deve ter ouvido muitas perguntas como essas.

E com a paulista Jessica Barbosa não foi diferente. Ela foi mãe aos 17 anos e, quando a Milena completou 3 anos, começou a procurar um emprego e encontrou muitas dificuldades. O fato de ser muito jovem e ter uma filha pequena foi uma grande barreira.

Hoje, quase 18 anos depois, a situação não está muito diferente. A gestora de RH é mãe de mais uma menina, a Sofia, de quase 2 anos. E para se recolocar no mercado, teve que aceitar um emprego 100% presencial, mesmo com a pandemia, e com uma carga horária grande, o que prejudica muito o convívio com a família. "Aqui é 100% dentro do escritório. Então eu, praticamente, não fico com as minhas filhas, o que de fato me deixa um pouco chateada", diz.

Histórias como as da Jéssica são muito comuns. Mães que querem e precisam voltar ao mercado de trabalho, mas encontram muita dificuldade. Uma pesquisa de doutorado acompanhada pela Fundação Getulio Vargas (FGV) retrata bem isso: 40% das mulheres saem do mercado formal de emprego depois de serem mães e esse número se mantém por cinco anos após o nascimento dos filhos.

Laisa Rachter, pesquisadora da FGV, destaca que pesquisas como essa são muito importantes para alertar a sociedade e o poder público no intuito de mudar os padrões sobre a responsabilidade de pais e mães na criação dos filhos. "Isso ajuda a diminuir essas 'normas sociais' que colocam tanto custo na mulher tanto no cuidado com os filhos quanto nas atividade profissionais", relata.

E uma iniciativa de duas mães gaúchas vem tentando mudar a ideia de que maternidade e vida profissional são incompatíveis. Ana Paula Ferraz e Mariana Gabrijelcic criaram o Mamajobs, uma plataforma que liga mães e empresas dispostas a contratar mulheres com filhos. Essas mulheres cadastram seus currículos e são encaminhadas ao mercado de trabalho. 

E se você é mãe e precisa voltar para o mercado de trabalho, acesse o banco de vagas ou cadastre seu currículo na plataforma mamajobs.com.br

Edição: Nadia Faggiani/Edgard Matsuki

Últimas notícias
Saúde

Servidores da Saúde do RJ discordam de mudanças hospitalares

Servidores da rede federal de saúde no Rio de Janeiro são contra a possibilidade de transferência de gestão dos hospitais ligados ao Ministério da Saúde para os governos estadual e municipal, além da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares.

Baixar arquivo
Economia

SP realiza leilão da Empresa Metropolitana de Águas e Energia

Está marcado para as 2 horas da tarde o leilão das ações da EMAE, a Empresa Metropolitana de Águas e Energia, responsável pela produção de energia elétrica no estado de São Paulo e que tem capacidade para abastecer cerca de 825 mil imóveis.

Baixar arquivo
Geral

Com promessa de evento literário, Roseana Murray deixa hospital

A escritora elogiou a equipe do Hospital Estadual Alberto Torres, onde ficou 13 dias internada, após ser atacada por três cachorros da raça pitbull. Os donos dos cachorros aguardam julgamento em liberdade.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Rio de Janeiro celebra Dia dos Povos Indígenas no Morro do Corcovado

O Dia dos Povos Indígenas, neste 19 de abril, será celebrado no Rio de Janeiro, em um dos principais cartões postais da Cidade.

Baixar arquivo
Educação

Encerra hoje prazo para recurso de ausência no Encceja 2023

Quem teve a justificativa de ausência no Encceja 2023 reprovada tem até hoje para apresentar recurso. O procedimento deve ser feito pelo sistema do exame no site do Inep.

Baixar arquivo
Geral

Santuário dos Pajés: História e resistência indígena em Brasília

Adaptação e luta são marcas da história do Santuário dos Pajés, o território indígena cravado no coração de Brasília e o mais antigo da capital federal.

Baixar arquivo