Municípios podem aderir ao pacto para erradicação do trabalho escravo

Publicado em 17/05/2021 - 21:47 Por Gésio Passos, Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Os municípios brasileiros também vão poder aderir ao Pacto Federativo para Erradicação do Trabalho Escravo. A portaria publicada no dia da abolição da escravidão no país, 13 de maio, ampliou a participação no pacto, que antes era restrito aos estados.

Das 27 unidades da Federação, apenas o Amapá, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e o Rio Grande do Sul não aderiram até o momento ao acordo.

Ao aderir ao pacto pela erradicação, estados e municípios assumem compromisso de garantir o funcionamento pleno da comissão para combater o trabalho escravo, Além da criação de planos específicos para combater o trabalho similar a escravidão, com políticas de prevenção e fiscalização.

Frei Xavier Plassat, membro da Comissão Pastoral da Terra e coordenador da campanha “Olho Aberto para não Virar Escravo”, considera importante a data ampliar o acesso a políticas públicas contra o trabalho escravo.

O pacto foi criado em 2017 pelo Ministério da Justiça e agora está sob responsabilidade do  Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. A adesão ocorre por meio de órgãos encarregados da promoção e defesa de direitos humanos de estados e municípios. Frei Xavier Plassat ressalta que é preciso superar as dificuldades do estado para aplicar a legislação contra a escravidão moderna.

Segundo o observatório da Erradicação do Trabalho Escravo e do Tráfico de Pessoas, entre 1995 a 2020, mais de 55 mil pessoas foram encontradas em condição de escravidão, sendo que 80% das vítimas eram trabalhadores do setor agropecuário. Em 2020, 942 pessoas foram resgatadas por ações do poder público.               

Edição: Roberto Piza/ Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Esportes

Vôlei masculino: Brasil vence Eslovênia por 3 a 2

Pela Liga das Nações de Voleibol masculino, o Brasil derrotou a Eslovênia por 3 sets a 2. A vitória veio de virada com parciais de 15/25, 25/22, 19/25, 25/13 e 15/12 no tie-break.  Este foi o sexto triunfo consecutivo da seleção brasileira.

Baixar arquivo
Saúde

Pfizer deve entregar mais 2,4 milhões de doses da vacina contra covid

A Pfizer e a BioNTech devem concluir nesta quinta-feira a entrega de mais 2,4 milhões de doses da vacina contra a covid-19 ao Brasil. Foram 530 mil doses enviadas nessa terça. Serão enviadas mais 936 mil nesta quarta e outras 936 mil doses na quinta-feira.

Baixar arquivo
Economia

CEF antecipa calendário da terceira parcela do Auxílio Emergencial

A Caixa Econômica Federal antecipou o calendário da terceira parcela do Auxílio Emergencial 2021. Pelo novo cronograma, o crédito começa a ser disponibilizado nesta sexta-feira, dia 18, para os nascidos em janeiro; e vai até 30 de junho para os que fazem aniversário em dezembro.

Baixar arquivo
Saúde

Saúde começa a discutir plano de vacinação contra covid-19 para 2022

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a pasta começou a discutir, nesta semana, com as farmacêuticas Pfizer e Moderna um plano de vacinação para 2022. Enquanto isso, tenta antecipar a entrega dos mais de 600 milhões de doses de vacinas encomendadas para este ano.

Baixar arquivo
Segurança

Governo de Rondônia terá apoio da Força Nacional para combater crimes

Uma ação conjunta entre o governo de Rondônia e o Ministério da Justiça e Segurança Pública foi anunciada nesta terça-feira para combater crimes ocorridos na região rural do estado.

Baixar arquivo