Campanha combate crime por importunação sexual nos ônibus

Publicado em 25/08/2021 - 13:43 Por Beatriz Albuquerque - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Muita gente nem imagina que atitudes consideradas normais e corriqueiras no dia a dia configuram crime de importunação sexual desde 2018. Quem tocar o corpo de alguém sem permissão ou tentar um beijo forçado pode ir preso, com pena de 1 a 5 anos. E as mulheres ainda são as principais vítimas.

A Polícia Rodoviária Federal observou o aumento do número deste tipo de ocorrências nos ônibus que transitam pelas rodovias federais do Distrito Federal. Somente neste ano foram três registros. Justamente por esse aumento de casos, foi criada a campanha "Chega pra lá! Importunação Sexual é crime". A ideia é conscientizar os usuários do transporte coletivo, homens e mulheres, para a importância de combater a importunação sexual. Nesta semana estão sendo realizadas abordagens aos ônibus nas BRs 040 e 070, com apresentação da campanha e entrega de material informativo.

Andrea Piacenzo, coordenadora de Atendimento a Mulher do Ligue 180, afirma que, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, os ônibus são locais sensíveis para a prática deste tipo de crime. Em 2020 foram registradas mais de 400 ocorrências de importunação sexual no DF, sendo que 26% destas ocorrências se deram no transporte coletivo. E dentro do transporte coletivo, os ônibus respondem pela grande maioria de registros, cerca de 73%.

Andrea destaca campanhas assim são essenciais para conscientizar, principalmente as mulheres, sobre o que é a importunação e sexual e estimular que elas denunciem. Ela explica, ainda, que além de todo o trabalho com as mulheres, que são as vítimas, é preciso entender que a responsabilidade de enfrentar e prevenir esse crime é de todos: poder público e sociedade como um todos.

A Campanha acontece no Distrito Federal como parte de um projeto piloto da PRF e do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, que deve ser expandido para todo Brasil.
Para denúncias de importunação sexual, basta ligar para o Disque 180.

Edição: Nádia Faggiani / GT Passos

Últimas notícias
Política

Governo estuda propor PEC para reduzir preços de combustíveis

Com a mudança constitucional, o governo não seria obrigado a compensar a redução dos impostos sobre combustíveis com a elevação de outros tributos, como determina a Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Baixar arquivo
Educação

Enem 2022 vai ocorrer dias 13 e 20 de novembro

As provas do Enem 2022 - o Exame Nacional do Ensino Médio - devem acontecer nos dias 13 e 20 de novembro.

Baixar arquivo
Economia

Paulo Guedes diz que PIB deve crescer em 2022

A declaração do ministro foi feita durante a participação dele no Fórum Econômico Mundial, que acontece em Genebra, na Suíça, no painel sobre as Perspectivas Econômicas Globais.

Baixar arquivo
Esportes

Desafio do técnico do Corinthians é armar meio-campo

Sylvinho descarta Paulinho como 1º volante e vê pressão como natural. Técnico do Corinthians crê que protagonistas do time podem atuar juntos.

Baixar arquivo
Política

Olinda Bolsonaro, mãe do presidente da República, morre aos 94 anos

Após a morte da mãe, na madrugada desta sexta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro (PL) cancelou compromissos em viagem à Guiana – país que faz fronteira com a região Norte do Brasil – e retornou ao país.

Baixar arquivo
Geral

Covid: Na Bahia servidores são afastados por não comprovarem vacinação

O governo da Bahia publicou no Diário Oficial as portarias que orientam o afastamento temporário de 283 servidores de 13 órgãos e secretarias do estado, por não comprovarem a vacinação contra a covid-19.

Baixar arquivo