Violência: mulheres fingem pedir comida para serem resgatadas no DF

PMs passam pro treinamento para reconhecer essas solicitações de ajuda

Publicado em 20/10/2021 - 10:16 Por Kariane Costa* - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Em menos de um mês, duas mulheres do Distrito Federal conseguiram ser resgatadas de situação de violência ligando para a polícia e fingindo pedir comida.

Na segunda-feira (18), uma jovem de 19 anos telefonou para o 190 e fingiu pedir um hambúrguer para denunciar um caso de estupro em Samambaia, cidade distante pouco mais de 25 quilômetros do centro de Brasília.

A vítima contou que estava em cárcere privado e sofrendo violência sexual desde sábado (16). O acusado, um homem de 32 anos, que cumpria prisão domiciliar, foi detido em flagrante.

No fim de setembro, uma mulher que estava sendo ameaçada pelo marido com uma faca, em Ceilândia, a 35 quilômetros da capital do país, também conseguiu ajuda da Policia Militar, fingindo pedir uma pizza. O homem foi preso.

Nos dois casos os policiais perceberam os pedidos de socorro.

O chefe do Centro de Comunicação da Polícia Militar do Distrito Federal, coronel Edvã explica que os PMs passam por treinamento para reconhecer essas solicitações de ajuda. Ele conta que um atendimento como este é feito por diversas etapas. O policial que atende a ligação passa a ocorrência para um agente que está na mesa de controle, e é ele quem aciona os profissionais que vão prestar o socorro.

Mas o coronel Edvã, faz um alerta: em situações de risco, é preciso cautela na hora de pedir ajuda.

O telefone da Polícia Militar em todo o Brasil é o 190.

* Com produção de Michelle Moreira.

Edição: Sheily Noleto/ Renata Batista

Últimas notícias
Esportes

Jane Karla bate recorde mundial indoor de tiro com arco paralímpico

Ainda na fase classificatória, ela anotou 591 pontos em 600 possíveis e, dessa forma, superou o recorde anterior de 583 pontos pertencente à italiana Maria Andrea Virgilio.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

PF investiga possível contaminação do rio Tapajós, no Pará

O rio Tapajós, que normalmente tem águas claras, com tom esverdeado, está apresentando uma coloração barrenta. Peritos da PF vão também coletar amostras da água.

Baixar arquivo
Geral

Anac concede primeira autorização para entregas por drones

Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concedeu a primeira autorização para entregas comerciais com o equipamento.

Baixar arquivo
Geral

Receita Federal abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

O acesso pode ser feito a partir desta segunda-feira. Esse lote é voltado para contribuintes que caíram na malha fina em anos anteriores e conseguiram acertar as contas.

Baixar arquivo
Geral

Rio anuncia investimentos nas comunidades do Jacarezinho e Muzema

Serão investidos cerca de R$ 500 milhões nas duas comunidades, que foram escolhidas com base no índice de criminalidade e no número de habitantes, que passa dos 40 mil.

Baixar arquivo