Trocando em Miúdo: Dinheiro é principal motivo das brigas conjugais

Publicado em 28/06/2016 - 02:00 Por Apresentação Eduardo Mamcasz - Brasília

Olá, prezada pessoa ouvinte cidadã.

 

Dinheiro, para quê dinheiro, ainda mais em época de crise, de desemprego, de carestia e inflação alta? Daí a prosa de hoje. Em cima de uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito junto com os Dirigentes Lojistas.

 

O que tem de mulher brigando com o marido, ou melhor, com o cônjuge, seja de que sexo for. Tudo por causa do dinheiro. Mais do que por ciúme.

 

Para o educador financeiro José Vignoli, isso desmistifica a ideia de que dinheiro pode ser solução para todos os problemas. 

 

Acontece que as brigas só acontecem porque este tipo de prosa não é levada antes. José Vignoli diz que as pessoas costumam conversar sobre dinheiro só quando a situação está chegando ao limite, o que deixa o assunto mais pesado. 
 

Então vamos saber como está a situação: 37% das mulheres dizem que o dinheiro é o motivo principal das brigas conjugais.  A forma como cada um costuma gastar o dinheiro.

 

Só para ter uma idéia da gravidade da coisa. Apenas 19,6% das mulheres dizem que as brigas são por causa de ciúmes. Tem mais: três a cada dez mulheres dizem que costumam esconder de seus cônjuges as compras que costumam fazer, muitas delas para uso no lar.


Dá para entender uma coisa dessas? Mas vamos lembrar o seguinte. A mulher, além de trabalhar fora, também é dona de casa, cuida dos filhos, administra o lar e, na maior parte das vezes, não é pelo menos reconhecida.

 

O educador financeiro José Vignolli sugere que o casal determine uma quantia para que cada um possa usar livremente. 


Então tá.

Inté e Axé.

 

Trocando em Miúdo: Quadro do programa "Em Conta", da Rádio Nacional da Amazônia. Aborda temas relacionados a economia e finanças, traduzidos para o cotidiano do cidadão. É distribuído em formato de programete, de segunda a sexta-feira, pela Radioagência Nacional. Acesse aqui as edições anteriores.

Últimas notícias
Saúde

RJ: Casos de dengue aumentam 177% nos cinco primeiros meses deste ano

A capital fluminense concentra a maioria dos registros da doença, mas as regiões Noroeste e Norte apresentam alta transmissão, de acordo a Secretaria de Estado de Saúde.

Baixar arquivo
Economia

Ministério de Minas e Energia diz que estoque de diesel dura 38 dias

Se a importação desse combustível fosse suspensa, seria possível atender à demanda durante 38 dias, com esses estoques e a produção nacional.

Baixar arquivo
Economia

Eletrobras lança oferta de ações em mais um passo para privatização

A Eletrobras apresentou os documentos necessários para realizar a operação, com a qual a estatal espera movimentar mais de R$ 30 bilhões.

Baixar arquivo
Cultura

Começa o São João no Maranhão, a previsão é de 60 dias de festa

Os últimos meses foram de ensaios, muito trabalho nos ateliês dos grupos de Bumba Meu Boi e outras manifestações culturais do Maranhão.

Baixar arquivo
Economia

Pesquisa: mais de 20 milhões de pessoas poderiam trabalhar remotamente

Pesquisa do Ipea, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, divulgada nesta sexta-feira, estima que mais de 20 milhões de trabalhadores no Brasil estão em ocupações que poderiam ser realizadas remotamente.

Baixar arquivo
Geral

Brasil já registra 17 mil divórcios em cartórios neste ano

No ano passado, foram concluídas mais de 80 mil separações consensuais. Este é o maior número desde 2007, quando uma lei federal permitiu a formalização do divórcio diretamente em cartórios.

Baixar arquivo