Caixa inicia mutirão de renegociação de financiamentos habitacionais

Casa Própria

Publicado em 10/06/2019 - 15:02 Por Lucas Pordeus León - Brasília

A Caixa Econômica Federal iniciou nesta segunda-feira (10)  a um mutirão para renegociar dívidas imobiliárias.

 

Segundo o banco, a iniciativa pode beneficiar cerca de 600 mil famílias.

 

São mais de R$ 10 bilhões em dívidas que representam 11% do total de contratos ativos do banco.

 

Ao contrário das dívidas comerciais, a Caixa não determinou um prazo para renegociação dos débitos de financiamento habitacional.

 

 A superintendente Nacional de Gestão de Adimplência da Caixa, Eugênia de Melo, afirma que o devedor deve procurar o banco.

 

A representante da Caixa destaca que o banco está disposto a negociar mesmo com grandes devedores, que estejam a ponto de perder a casa por falta de pagamento.

 

Além de incorporar o saldo devedor nas próximas prestações, a Caixa pode aceitar a utilização do FGTS para quitar débitos em aberto ou alterar a data de vencimento da prestação.

 

Dependendo do caso, a Caixa prevê perdoar multar por atrasos, como ressaltou a superintendente Eugênia de Melo.

 

O banco argumenta que as condições de renegociação em 2019 estão melhores devido a crise econômica dos últimos anos, que dificultou o pagamento dos financiamentos habitacionais.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Educação

Cartilha do MEC orienta retorno às aulas presenciais para surdos

Material traz orientações para que medidas de segurança contra covid-19 sejam adaptadas às necessidades de aprendizado do grupo, como o uso de máscara transparente e a disposição de carteiras escolares.

Baixar arquivo
Saúde

Vacinados ainda podem ser infectados pelo coronavírus

De acordo com especialistas, a imunização evita casos graves da doença, mas não impede que a pessoa seja reinfectada - e transmita o vírus. Para evitar o contágio, vacinação deve ser combinada com distanciamento social e uso de máscara.

Baixar arquivo
Política

Senado: Cronograma para CPI da Covid será apresentado na segunda

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que na próxima segunda-feira, vai apresentar o cronograma e os procedimentos para a instalação da CPI da Covid-19.

Na primeira reunião serão escolhidos por meio de votação o presidente e o vice-presidente da Comissão.

Baixar arquivo
Política

Joaquim Silva e Luna é aprovado para a presidência da Petrobras

O general foi aprovado em reunião do Conselho de Administração da estatal realizada nesta sexta-feira (16). Também foram nomeados os sete integrantes da Diretoria Executiva da estatal. Três deles foram reconduzidos ao cargo.

Baixar arquivo
Saúde

Anvisa chega neste sábado a Moscou para vistoriar fábrica da Sputnik V

Conclusões vão subsidiar decisão sobre uso da vacina no Brasil. Anvisa faz busca ativa das informações, já que 40% dos documentos que devem ser entregues pelos fabricantes estão incompletos ou não chegaram a ser apresentados.

Baixar arquivo
Saúde

SP: Crianças e gestantes foram vacinadas contra covid por engano

 Ao todo, 51 pessoas foram vacinadas contra a covid-19 por engano no estado de São Paulo. Eram pessoas que deveriam tomar a vacina contra a gripe e acabaram recebendo doses da Coronavac.

Baixar arquivo