CEF tem queda nos lucros neste 1º trimestre

Crise da Pandemia

Publicado em 21/05/2020 - 14:09 Por Nelson Lin - São Paulo

A Caixa Econômica Federal apresentou um lucro de R$3 bilhões no primeiro trimestre de 2020, uma queda de 37,8% em relação ao quarto trimeste de 2019. O resultado foi divulgado nesta quinta-feira (21), em São Paulo.

 

De acordo com o vice-presidente de Finanças da Caixa, Gabriel Cardozo, a pandemia do Coronavírus aconteceu num período em que a instituição estaria apresentando os melhores resultados financeiros dos últimos anos, mas não afetou tanto os números pelo fato da aceleração da pandemia do novo coronavírus ter ocorrida no fim de março.

 

Outros números de destaque do balanço são o pagamento de R$37 bilhões para mais de 50 milhões de brasileiros da primeira parcela do auxílio emergencial, além dos quase R$13 bilhões referentes à segunda parcela paga a 18 milhões de brasileiros.

 

No primeiro trimestre deste ano, a Caixa Econômica também contratou 7,4 bilhões de reais para financiar 66,5 mil unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida.


Segundo Pedro Guimarães, o banco continua líder no setor de financiamento habitacional com quase 70% de participação no mercado. Mas o índice de inadimplência (atrasos acima de 90 dias), medido como saldo em atraso, atingiu 3,14%, aumento de 0,68 pontos percentuais em 12 meses, impactado pela inadimplência de habitação. Este aumento também foi decorrente da crise econômica gerada pela pandemia da Covid-19.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Governo vai lançar campanha de incentivo à vacina contra a Covid-19

Ela terá como lema “Brasil imunizado. Somos uma só nação” e vai reforçar o papel dos cientistas no desenvolvimento das vacinas e a confiança na eficácia da imunização. Também vai orientar que as pessoas usem o aplicativo Conecte SUS, e ainda vai fazer um apelo para que os brasileiros continuem usando máscara e mantenham o distanciamento social enquanto a vacina não chegar para todos.

Baixar arquivo
Política

Bolsonaro envia carta ao novo presidente dos EUA, Joe Biden

No documento de três páginas, Bolsonaro parabenizou Biden e ressaltou que Brasil e Estados Unidos têm um longo histórico de fraternidade, e escreveu que tem interesse em um amplo acordo de livre comércio com o país. O presidente disse que o Brasil está pronto para cooperar com os norte-americanos no âmbito de organismos multilaterais, e pediu o apoio de Biden para a entrada do Brasil na OCDE.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: Anvisa autoriza que voluntários de 3 pesquisas tomem vacina

Os voluntários participantes dos estudos da Pfizer, Fiocruz e Butantan autorizados agora a tomar a vacina contra o novo coronavírus tinham recebido placebo durante o andamento das pesquisas.

Baixar arquivo
Geral

MP investiga suposta fura-fila da vacina contra Covid-19 em Manaus

A polêmica começou após duas médicas, filhas de um empresário do ramo da educação no Amazonas, tomarem a vacina contra a Covid-19 logo após serem nomeadas para trabalhar na área administrativa de uma Unidade Básica de Saúde no dia que chegaram as vacinas ao estado. E esse não é o único caso no país: prefeitos de diversas cidades e até um fotógrafo oficial foram imunizados.

Baixar arquivo
Política

Representação de SP na China tenta liberação de insumos da CoronaVac

Esses insumos são o princípio ativo exigido para a produção de novas doses da vacina. Segundo o Instituto Butantan, a matéria-prima que estava no Brasil já está praticamente no fim, depois da produção dos primeiros 4,5 milhões de doses.

Baixar arquivo
Justiça

Caso Mariana: auxílio pago a pescadores e agricultores é prorrogado

A Justiça Federal decidiu prorrogar até o final deste ano o pagamento do auxílio emergencial para pescadores e agricultores de subsistência afetados pelo rompimento, em 2015, da barragem da Samarco na cidade de Mariana, em Minas Gerais. E, em 2022, o auxílio deverá ser substituído por um vale alimentação, que ainda não teve o valor definido.

Baixar arquivo