Com alta dos combustíveis, prévia da inflação em agosto fica em 0,23%

Os dados do IPCA 15 foram divulgados nesta terça-feira(25) pelo IBGE

Publicado em 25/08/2020 - 13:29 Por Raquel Júnia - Rio de Janeiro

Prévia da inflação para o mês de agosto ficou em 0,23%. Os combustíveis, com alta de 2,31%, em agosto, tiveram maior peso no resultado. Os dados do Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA 15, foram divulgados nesta terça-feira(25) pelo IBGE. Em julho, o índice ficou em 0,30% . O indicador acumula alta de 0,90% no ano e de 2,28% em 12 meses.

Entre os nove grupos de produtos e serviços pesquisados pelo IBGE, sete tiveram alta em agosto.

O grupo transportes teve expansão de 0,75%, com desaceleração em relação a julho, quando o aumento chegou a 1,11%. A gasolina ficou 2,63% mais cara, o óleo diesel subiu 3,58% e o preço do gás veicular aumentou 0,47%. Já o etanol teve queda de 0,28%.

Outro grupo com aceleração em relação a julho foi o dos artigos de residência, que subiu pelo quarto mês seguido, com alta de 0,88%, apesar dos itens de mobiliário terem ficado 0,14% mais baratos. O grupo comunicação subiu 0,86%, enquanto a alta de alimentação e bebidas ficou em 0,34%, com destaque para o encarecimento de 0,61% nos alimentos para consumo no domicílio. Subiram as carnes, o leite longa vida, as frutas, o arroz e o pão francês. Tiveram baixa no mês pesquisado os preços do tomate, da cebola, do alho e da batata-inglesa.

A energia elétrica subiu 1,61% e pressionou o grupo habitação, que teve aumento de 0,57%. As contas de luz ficaram mais caras em Belém, São Paulo, Fortaleza, Salvador, Recife, Belo Horizonte e Porto Alegre; e mais baratas em Curitiba e Brasília.

Deflação

Os grupos que tiveram deflação foram vestuário e educação. Na educação, a queda de 3,27% contribuiu para conter a inflação, com os descontos nas mensalidades concedidas em razão da suspensão das aulas presenciais por causa da pandemia da covid-19. Os cursos regulares tiveram recuo de 4,01%, com mais ênfase na pré-escola, onde os preços diminuíram 7,30%, mas a pesquisa detectou queda nas mensalidades de todos os seguimentos de ensino.

Todas as regiões pesquisadas pelo IBGE tiveram aumento no IPCA-15 em agosto. A maior variação ocorreu na região metropolitana de Belo Horizonte, com aumento de 0,37%. A menor variação foi verificada em Brasília, onde o índice ficou em 0,08%.

Ouça também: 

Inflação medida pelo IPCA fecha julho com variação de 0,36%, a maior taxa para o mês em 4 anos

Gasolina, carnes e produtos farmacêuticos puxam alta da inflação em junho

Avanço no preço dos alimentos influencia alta da inflação da indústria em maio

Edição: Sâmia Mendes

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Cultura

Orquestra Afro-Brasileira fará apresentação virtual pelo 13 de maio

 A apresentação da Orquestra Afro-Brasileira será exibida no dia 13 de maio, no canal Cultne, a partir das 19h, no Youtube.

Baixar arquivo
Geral

Covid: hospital reúne cartas afetivas para pacientes e profissionais

Envio pode ser feito de todo o Brasil, por e-mail, para o Hospital Universitário de Brasília. Mensagens incentivam equipes e tornam internação de infectados menos solitária.

Baixar arquivo
Geral

Às vésperas dos 85 anos, museu relembra trajetória da Nacional do Rio

A poucos meses de completar 85 anos, a Rádio Nacional do Rio de Janeiro está ganhando uma homenagem a altura da sua importância histórica.

Baixar arquivo
Saúde

AM: Vigilância em Saúde alerta para risco de doenças devido às cheias

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas alerta para o risco de transmissão de doenças, e faz um alerta: a população deve ficar atenta durante a limpeza das residências, para a presença de animais peçonhentos.

Baixar arquivo
Segurança

Formulário que avalia risco para mulher que sofre violência vira lei

Documento precisará ser aplicado preferencialmente pela Polícia Civil. Entre as questões a serem respondidas  estão se a vítima está grávida; se o agressor tem acesso a armas e faz uso de drogas ou álcool; e se os filhos já presenciaram as agressões.

Baixar arquivo
Cultura

Inhotim reabre as portas após mais de um ano sem funcionar

Para a reabertura, medidas de segurança foram reforçadas, como ter apenas 10% da ocupação total, no máximo 500 visitantes e funcionamento somente de sexta a domingo. O ingresso deve ser adquirido de forma antecipada no site do museu.

Baixar arquivo