Frente Parlamentar apresenta proposta de reforma tributária verde

Ideia é taxar atividades danosas ao meio ambiente

Publicado em 25/08/2020 - 13:40 Por Lucas Pordeus León - Brasília

Uma parceria de ONGs ambientalistas com a frente parlamentar ligada ao meio ambiente no Congresso Nacional apresentou, nesta terça-feira (25), nove propostas para uma reforma tributária verde, com taxação de atividades danosas ao meio ambiente e incentivos para uma economia mais sustentável.

Entre as propostas, está a criação de uma Cide ambiental e uma Cide carbono para tributar o consumo, a importação e a produção de bens e serviços que causem danos ao meio-ambiente. Já o valor arrecadado com esses impostos deve ser revertido a atividades produtivas sustentáveis, que ajudem a reduzir a quantidade de poluentes.

O documento também prevê a destinação de parte dos recursos recolhidos pelo novo IBS, o Imposto Sobre Bens e Serviços, para os municípios que preservam mais o meio ambiente, como explicou o representante do Instituto Democracia e Sustentabilidade, André Lima.

A proposta para uma reforma tributária verde também prevê a criação do CIDE de Uso do Solo, contribuição para estimular o uso sustentável da terra, com alíquota de 0% para as propriedades que atendam todas as exigências ambientais. O documento também propõe que a reforma tributária proíba incentivos fiscais para setores que estejam em desacordo com as metas de redução de gases do efeito estufa.

O coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista do Congresso Nacional, o deputado federal Rodrigo Agostinho, do PSB paulista, avalia que a proposta é ousada, mas que tem chances de prosperar no parlamento.

A reforma tributária em andamento no Congresso está na fase da comissão mista. A expectativa dos parlamentares é que o texto esteja pronto para a votação no plenário da Câmara em meados de outubro.

 

Edição: Lana Cristina

Últimas notícias
Geral

Eleitor com pendência pode regularizar documento que precise de título

Quem perdeu o prazo para regularizar a situação e ficar apto para votar nas eleições deste ano, pode utilizar a certidão circunstanciada para outros fins, como regularizar passaporte e CPF, por exemplo.

Baixar arquivo
Cultura

Cem anos do rádio no Brasil: a Rádio MEC

A música de concerto tem um lugar privilegiado na programação da Rádio MEC, mas cursos, programas literários, divulgação científica e programas para crianças também fizeram história na emissora. 

Baixar arquivo
Educação

OMS aponta que 5% da população é superdotada e a maioria é invisível

Segundo o Censo Escolar de 2020, pouco mais de 24 mil estudantes, cerca de 1% do total, são identificados como pessoas com altas habilidades ou com superdotação.

Baixar arquivo
Economia

Conta de luz: Julho permanece com bandeira tarifária verde

Isso significa que não haverá cobrança de custo adicional. A informação foi divulgada pela Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica.

Baixar arquivo
Segurança

SP: Policiais são presos acusados de lotear área de proteção ambiental

O esquema mirava terras públicas no município de Cotia, na região metropolitana da capital paulista. A região tem cerca de 900 mil metros quadrados e é conhecida como Parque das Nascentes.

Baixar arquivo
Geral

Ministério da Justiça determina que Tik Tok remova conteúdo impróprio

O Ministério da Justiça determinou que a plataforma online Tik Tok remova conteúdos impróprios para menores de 18 anos no Brasil. O documento determina que a rede social tem 72 horas para cumprir a ordem.

Baixar arquivo