Ministério da Economia quer rever a dedução de gastos com educação

O governo teria deixado de arrecadar, em 2019, mais de R$ 4,2 bilhões

Publicado em 14/08/2020 - 13:50 Por Lucas Pordeus Leon - Brasília

Uma publicação do Ministério da Economia recomenda a revisão da dedução do Imposto de Renda de gastos com educação privada. O estudo calcula que o governo deixou de arrecadar, em 2019, mais de R$ 4,2 bilhões em impostos por causa desse benefício.

Segundo o parecer do Ministério da Economia, essa dedução tem um efeito regressivo; ou seja, quem ganha mais paga proporcionalmente menos, beneficiando os 20% da população com maior renda.

A revisão das deduções no Imposto de Renda pode estar na segunda fase de propostas do Executivo para a reforma tributária, em tramitação no Congresso.

O assessor da presidência do Conselho Federal de Economia, Roberto Piscitelli, concorda que a dedução dos gastos com educação privilegia quem recebe mais. Porém, o economista considera que esse benefício tem um efeito reduzido na reforma como um todo.

O representante do Instituto Justiça Fiscal, Dão Real, considera que as deduções à educação são menos problemáticas do que as deduções para gastos com saúde.

O especialista destaca que os gastos com saúde não têm limite de dedução, ao contrário do que ocorre com os gastos com educação privada.

No Brasil, as deduções com educação são limitadas a pouco mais de R$ 3.500 por família, mas a média do benefício é de R$ 586, por cada contribuinte beneficiado; e alcançou, ao todo, quase 6 milhões e meio de estudantes. Isso representa 11% do total de alunos do país e 41% dos estudantes de escolas privadas.

Edição: Sâmia Mendes

Últimas notícias
Direitos Humanos

Câmara aprova MP que abre crédito para doar alimentos a quilombolas

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira a medida provisória que abre crédito extraordinário de R$ 167,2 milhões para o Ministério da Cidadania distribuir cestas de alimentos à população quilombola. A matéria segue para o Senado.

Baixar arquivo
Geral

Defesa Civil de São Paulo emite alerta para ressaca marítima

São esperadas ondas de até 4 metros de altura, em todo o litoral do estado de São Paulo.  A recomendação é que os banhistas evitem a prática de esportes aquáticos ou que utilizam o vento, como surf, windsurf e kitesurf.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Defensoria Pública e Conectas denunciam violência na Cracolândia em SP

A Defensoria Pública de São Paulo e a organização não-governamental Conectas Direitos Humanos encaminharam nesta semana à Comissão Interamericana de Direitos Humanos um pedido de proteção para a população em situação de rua e de usuários de drogas que vive na chamada Cracolândia, na capital paulista.

Baixar arquivo
Política

Governo Federal deve cortar mais R$ 10 bilhões dos ministérios

E para um possível reajuste de 5% a categorias do funcionalismo público como policiais rodoviários federais e agentes penitenciários será necessário um novo corte de mais R$ 7 bilhões nas despesas. 

Baixar arquivo
Economia

Congresso debate importância do petróleo na transição energética

A redução das emissões de carbono no setor de óleo e gás foi um dos assuntos abordados nesta quinta-feira no Congresso Mercado Global de Carbono – Descarbonização & Investimentos Verdes.

Baixar arquivo
Geral

Podcast Entrevista é Nacional: a luta contra o abuso sexual infantil

A campanha Maio Laranja é um incentivo ao combate ao abuso e à exploração sexual infantil no Brasil.  A presidente do Instituto Infância Protegida, Raquel Vieira de Andrade Oliveira, fala da importância de conscientizar toda sociedade para evitar situações que colocam as crianças em risco

Baixar arquivo