Governo federal arrecada R$ 3,3 bilhões com leilão de 22 aeroportos

Ministério da Infraestrutura estima geração de 200 mil empregos

Publicado em 07/04/2021 - 14:53 Por Leandro Martins - Brasília

O governo concluiu nesta quarta-feira (7) o leilão de 22 aeroportos brasileiros, com um total arrecadado que superou R$ 3,3 bilhões. Os aeroportos foram divididos pela ANAC, a Agência Nacional de Aviação Civil em três blocos: Norte, Sul e Central, e o leilão virtual dos aeroportos foi organizado em parceria da ANAC com a B3, a Bolsa de Valores de São Paulo.

Com proposta de R$420 milhões, o consórcio Vinci Airports venceu o leilão do Bloco Norte. Representado pela empresa Planner, o consórcio vai administrar, nos próximos 30 anos, os aeroportos das capitais Manaus, Porto Velho, Rio Branco e Boa Vista, e ainda os terminais de Cruzeiro do Sul, no Acre, e de Tabatinga e Tefé, no Amazonas.

O presidente da Vinci Airports, Nicolas Notebaert, salientou que a empresa quer conciliar o desenvolvimento com a sustentabilidade.

O Bloco Central, que contém os aeroportos das capitais Goiânia, São Luís, Teresina, Palmas, e ainda as cidades de Petrolina, em Pernambuco e Imperatriz, no Maranhão, foi arrematado por R$754 milhões pela empresa Mundinvest, da Companhia de Participações em Concessões.

A Mundinvest venceu também o leilão do Bloco Sul. Este bloco tem os terminais de Curitiba, Foz do Iguaçu, Londrina, e Bacacheri, no Paraná; Navegantes e Joinville, em Santa Catarina, e, no Rio Grande do Sul, os aeroportos de Pelotas, Uruguaiana e Bagé. A proposta vencedora para este grupo superou R$2,1 bilhões - valor 15 vezes maior do que o lance mínimo.  

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, prevê que as concessões vão gerar cerca de 200 mil empregos, diretos e indiretos, e falou sobre a importância do leilão desta quarta-feira. 

Nesta quinta-feira (8), o leilão será da Ferrovia de Integração Oeste-Leste. E nesta sexta, dia 9, será a vez dos portos, com cinco terminais à disposição das propostas.

 

Edição: Nádia Faggiani/ Adrielen Alves

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Prefeitura do Rio reduz restrições e autoriza atividades coletivas

A Prefeitura do Rio de Janeiro avançou na flexibilização das restrições para conter a pandemia de covid-19. Agora é permitido fazer atividades coletivas tanto em espaços públicos, quanto em áreas particulares. Mas a permanência nesses locais, apenas por lazer continua vetada.

Baixar arquivo
Saúde

Brasil receberá 15,5 milhões de doses da vacina da Pfizer até junho

Quase dois milhões de doses da vacina da Pfizer serão antecipados ao Brasil, entre abril e junho.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Brasil e União Europeia realizam encontro sobre mudanças climáticas

A ideia do encontro foi estabelecer um diálogo político sobre as mudanças climáticas e o desenvolvimento sustentável. 

Baixar arquivo
Política

Senado debate projeto que proíbe reajuste de medicamentos na pandemia

A correção nos preços é autorizada anualmente e definida pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, ligada ao Ministério da Justiça.

Baixar arquivo
Geral

Cheia do Rio Negro pode afetar quatro mil pessoas em Manaus

De acordo com boletim do Serviço Geológico do Brasil, o rio Negro segue em processo de enchente, subindo a uma média de 5 cm por dia, considerado alto para o período.

Baixar arquivo
Esportes

A 100 dias de Tóquio, Brasil já confirmou 200 vagas em 21 modalidades

A 100 dias dos jogos de Tóquio, o Brasil já confirmou 200 vagas em 21 modalidades e ainda tem chance de classificação em mais 30. Saiba mais com Astrid Nick. 

Baixar arquivo