Comércio e serviços vão poder funcionar até às 23h em São Paulo

Publicado em 07/07/2021 - 18:56 Por Eliane Gonçalves - Repórter da Rádio Nacional - São Paulo

A partir desta sexta-feira, dia 9, todas as atividades econômicas, incluindo bares, restaurantes, academias e shopping centers, vão poder funcionar até às 23h, em São Paulo. Até agora, todos os estabelecimentos têm que fechar as portas às 21h. O limite de ocupação dos ambientes também vai aumentar. Sai de 40% para 60% da capacidade.

O governo do Estado justificou a decisão pela melhora nos indicadores de saúde e o avanço da vacinação. Segundo a Secretaria de Saúde, o número de novas internações nas unidades de terapia intensiva caiu 11% em uma semana e o número de casos, pouco mais de 20%.

O anúncio foi feito dois dias depois da prefeitura da capital paulista confirmar o primeiro caso de transmissão comunitária da variante Delta na cidade. Um homem de 45 anos, que não saiu do Brasil e estava trabalhando em casa.

Segundo o coordenador do centro de contingência para o coronavírus, Paulo Menezes, apesar da flexibilização, é preciso manter todos os protocolos de segurança porque ainda não dá para saber como a variante, que tem se mostrado mais infecciosa, vai se comportar no Brasil. Ele lembra de Israel, país que vem tendo aumento no número de internações por causa dessa variante.

Para agosto, o governo anunciou a retomada das atividades presenciais nas universidades públicas e privadas, com limite de 60% da ocupação e para o segundo semestre também começam a ser planejados grandes eventos testes apenas para pessoas vacinadas e testadas para de Covid-19. Entre os eventos, está o Grande Prêmio Brasil de Formula 1, previsto para acontecer em novembro.

A recomendação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e o escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores dos setores de comércio, serviços e indústrias estão mantidos. O toque de recolher também vai continuar, mas passa a entrar em vigor às 23h da noite e não mais às 21h.

Edição: Bianca Paiva / Guilherme Strozi

Últimas notícias
Geral

SP: Polícia Civil analisa novas imagens de ônibus de dupla sertaneja

No último dia 7 de maio, o ônibus tombou e matou 6 pessoas, entre elas o do cantor Aleksandro, que fazia dupla com Conrado, na altura da cidade de Miracatu, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Economia

Ministério da Economia prevê inflação de 7,9% para 2022

A Secretaria de Política Econômica justificou que o aumento dos preços dos alimentos, dos combustíveis e dos serviços fez a equipe do governo revisar para cima a previsão do IPCA para 2022.

Baixar arquivo
Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. 

Baixar arquivo
Política

Presidente da República almoça com embaixadores de 18 países no Rio

Como exemplo de situações de instabilidade mundial, que demonstram a segurança oferecida pelo Brasil, Jair Bolsonaro citou os riscos de desabastecimento que vários países vêm passando.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: crimes contra a vida têm queda de 17%

Os dados são relativos aos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.025 vítimas, o menor número desde 1991.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: número de testes positivos em farmácias cresce 54% em maio

Dos 210 mil testes realizados na primeira quinzena do mês, quase 50 mil comprovaram a infecção pelo coronavírus. Já em abril, foram 262 mil no total e cerca de 32 mil confirmaram a presença do Sars-Cov-2.

Baixar arquivo