Guedes se reune para destravar reformas tributárias no Congresso

Publicado em 28/07/2021 - 21:27 Por Victor Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O ministro da Economia, Paulo Guedes, fez reuniões, nesta quarta-feira, para tentar destravar as reformas tributárias que tramitam no Congresso Nacional. O assunto está entre as prioridades da equipe econômica.

Guedes se encontrou com o deputado Celso Sabino, do PSDB do Pará, relator da reforma tributária na Câmara. Paulo Guedes afirmou que a ideia é ampliar a taxação sobre a renda dos mais ricos e reduzir os impostos que incidem sobre as empresas e as pessoas mais pobres.

O ministro informou que está aliviando a carga de 32 milhões de contribuintes, que são aqueles que todos os anos precisam entregar a declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física. O governo promete reajustar a tabela para corrigir os valores pagos e ampliar a quantidade de pessoas isentas de pagar a tributação.

O relator Celso Sabino disse que já se reuniu mais de 60 vezes com diferentes setores da economia. E que esses encontros resultaram em algumas mudanças no projeto enviado pelo governo. Os lucros e dividendos de empresas cadastradas no Simples Nacional vão continuar isentos de taxação. Já o auxílio moradia e auxílio transporte dos agentes públicos vão passar a recolher impostos.

De acordo com o deputado Celso Sabino, a redução da carga tributária sobre os mais pobres pode representar aumento de 1,6% no Produto Interno Bruto do país. Ainda segundo Sabino, as articulações políticas apontam para um consenso em torno da taxação das pessoas mais ricas.

No fim do dia, Paulo Guedes se reúne com o relator da reforma tributária que tramita no Senado, Roberto Rocha, do PSDB do Maranhão.

Edição: Raquel Mariano / Beatriz Arcoverde

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Correios vão leiloar 61 mil itens que não puderam ser entregues

Regra vale após todas as tentativas de entrega e terminado o prazo de direito à reclamação. Esse prazo varia de sete a 30 dias, conforme prevê o Código de Defesa do Consumidor. Itens vão de R$1.300 a R$ 85 mil.

Baixar arquivo
Educação

Em Curitiba alunos vão escolher entre ensino presencial ou remoto

Na rede pública de Curitiba, os alunos terão que optar pelo modelo presencial tem que respeitar protocolos de segurança.. Sem o modelo de ensino híbrido nas escolas da rede pública municipal de Curitiba, a partir de segunda-feira, as aulas passam a ser 100% presenciais ou 100% remotas.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Governo do RJ cria comitê de segurança hídrica

Baixo volume de chuvas acendeu o sinal de alerta em todo o país e levou o Governo do Estado do Rio de Janeiro a criar a iniciativa para definir um plano de ações na busca de conter os impactos da situação hídrica.

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Leilão da tecnologia 5G será no dia 4 de novembro

Anatel aprovou nesta sexta-feira (24) o edital, que deve ser publicado até a próxima segunda-feira (27). O valor econômico ficou em quase R$ 50 bilhões, sendo que parte desse dinheiro deverá ser investido. Com a implantação da infraestrutura de rede, a agência espera R$ 163 bilhões de investimentos nos próximos 20 anos.

Baixar arquivo
Saúde

Capitais têm nível alto de transmissão comunitária do coronavírus

Mas, Fiocruz informa que casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave caíram no Brasil. Uma das justificativas é o aumento da população vacinada contra a covid-19.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

ONU: Brasil participa do Diálogo de Alto Nível sobre Energia

Presidente Jair Bolsonaro participou do Diálogo de Alto Nível sobre Energia, por meio de vídeo. Convocado pelo Secretário Geral das Nações Unidas, António Guterres, o encontro é o primeiro, em 40 anos, que trata exclusivamente do tema “geração de energia”.

Baixar arquivo