"Setembro ferroviário" gera incentivos ao transporte por trens no país

Publicado em 14/09/2021 - 09:00 Por Daniel Ito - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O governo federal está chamando de "setembro ferroviário" a série de ações e investimentos que estão sendo feitos para incentivar a ampliação da malha de transporte ferroviário no Brasil.

No início do mês, o Ministério da infraestrutura lançou o programa Pro Trilhos, que autorizou investimentos privados para dez trechos em nove estados, totalizando três mil quilômetros de ferrovias.

O contrato do primeiro trecho já foi assinado para a construção de 537 quilômetros da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, na Bahia, ligando as cidades de Ilhéus a Caetité. No próximo dia 17, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, vai conferir o início das obras da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, entre Goiás e Mato Grosso.

O programa ProTrilhos foi lançado por uma medida provisória que substitui o Projeto de Lei 261, de 2018. O senador Jean Paul Prates, do PT do Rio Grande do Norte, que é o relator da proposta, explicou que o texto parou de tramitar no Senado por causa da prioridade que os parlamentares deram aos projetos relacionados à Covid-19. Segundo o senador, o projeto de lei é mais completo do que a Medida Provisória e deverá ser relatado no Senado.

Segundo o ministério da Infraestrutura, alguns estados brasileiros também estão criando uma legislação própria para autorizações de ferrovias.

O secretário nacional de Transportes Terrestres, Marcello Costa, explicou que a medida provisória dá segurança jurídica a essas propostas, já que a competência para regular os transportes no país é do governo federal. Ele explica que a MP regula a forma como os estados têm a possibilidade de fazer seus projetos regionais.

O governo federal estima que os incentivos do Pro Trilhos atraiam 53 bilhões e meio de reais em investimentos privados para a construção de ferrovias no país.

Edição: Sheily Noleto / Guilherme Strozi

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Economia

Caixa inicia pagamento da sexta parcela do Auxílio Emergencial

Saques em dinheiro e transferências bancárias para quem nasceu em maio serão liberados no dia 8 de outubro. Valores podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem.

Baixar arquivo
Economia

Fim de ano pode gerar 94 mil vagas de empregos temporários, diz CNC

O cálculo é da CNC, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo. Economista alerta que a previsão depende do controle da pandemia.

Baixar arquivo
Geral

Correios vão leiloar 61 mil itens que não puderam ser entregues

Regra vale após todas as tentativas de entrega e terminado o prazo de direito à reclamação. Esse prazo varia de sete a 30 dias, conforme prevê o Código de Defesa do Consumidor. Itens vão de R$1.300 a R$ 85 mil.

Baixar arquivo
Educação

Em Curitiba alunos vão escolher entre ensino presencial ou remoto

Na rede pública de Curitiba, os alunos terão que optar pelo modelo presencial tem que respeitar protocolos de segurança.. Sem o modelo de ensino híbrido nas escolas da rede pública municipal de Curitiba, a partir de segunda-feira, as aulas passam a ser 100% presenciais ou 100% remotas.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Governo do RJ cria comitê de segurança hídrica

Baixo volume de chuvas acendeu o sinal de alerta em todo o país e levou o Governo do Estado do Rio de Janeiro a criar a iniciativa para definir um plano de ações na busca de conter os impactos da situação hídrica.

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Leilão da tecnologia 5G será no dia 4 de novembro

Anatel aprovou nesta sexta-feira (24) o edital, que deve ser publicado até a próxima segunda-feira (27). O valor econômico ficou em quase R$ 50 bilhões, sendo que parte desse dinheiro deverá ser investido. Com a implantação da infraestrutura de rede, a agência espera R$ 163 bilhões de investimentos nos próximos 20 anos.

Baixar arquivo