Nova etapa do Desenrola Brasil oferece R$ 126 bilhões em descontos

Publicado em 09/10/2023 - 13:16 Por Renato Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Os brasileiros com nome negativado agora contam com uma plataforma do Desenrola Brasil para limpar o nome.   

O site do programa foi lançado nesta segunda-feira (3) em São Paulo.  

Essa é a terceira etapa do programa, que vai oferecer R$ 126 bilhões em descontos.   

Mais de 32 milhões de pessoas poderão renegociar dívidas, com desconto médio de 83%.  

Nesta fase, pode participar quem recebe até dois salários mínimos, ou seja, R$ 2.640, ou que estejam inscritas no CadÚnico.   

Podem ser renegociadas dívidas de até R$ 5 mil, bancárias e de consumo, como de cartões de crédito, educação, varejo, além de telefonia, luz e água.  

O pagamento será à vista ou em parcelas de até 60 meses, a partir de R$ 50, com juros de até 1,99% ao mês.   

Já as dívidas entre R$ 5 mil e R$ 20 mil poderão ser pagas, na plataforma, à vista, com o desconto oferecido pelo credor.  

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, explicou que o Desenrola faz parte do esforço para proteger a economia brasileira.  

As negociações podem ser feitas no site desenrola.gov.br. Mas o interessado tem que fazer o cadastro no GOV.BR em contas prata ou ouro.  

De acordo com o ministro da economia Fernando Haddad, a maior preocupação é que todos consigam fazer o cadastro e acessar a plataforma, principalmente os mais vulneráveis.  

Ainda sobre economia e as consequências do conflito entre Israel e Hamas, como a alta do Petróleo, Fernando Haddad disse que é preciso aguardar.   

Em relatório divulgado nesta segunda-feira, a OPEP, Organização dos Países Exportadores de Petróleo, elevou a previsão de demanda mundial de petróleo.  

Segundo o relatório, serão necessários 14 trilhões de dólares em investimentos até 2045.  

Edição: Nádia Faggiani/ Renata Batista

Últimas notícias
Saúde

Campanha de vacinação: 22% do público-alvo tomou vacina contra gripe

A meta é vacinar 75,8 milhões de pessoas. Mas até agora foram vacinadas 14,4 milhões. 

 

Baixar arquivo
Geral

Apoiadores de Bolsonaro fazem ato público no Rio de Janeiro

Os discursos de aliados do ex-presidente misturaram política e religião, em favor de Bolsonaro, do dono da rede social X, Elon Musk, e da liberdade de expressão.

Baixar arquivo
Saúde

Brasil registra paciente com cólera em Salvador

O caso autóctone da doença – que teve origem no local onde ocorreu o diagnóstico - foi confirmado pelo Ministério da Saúde.

Baixar arquivo
Política

PEC do Quinquênio deve ser analisada no plenário do Senado nesta terça

A proposta de Emenda à Constituição estabelece um adicional por tempo de serviço para magistrados, integrantes do Ministério Público, advogados públicos, delegados da Polícia Federal e outras carreiras.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Mulheres vão às ruas pelo direito ao parto humanizado

Na marcha, mulheres reivindicam o direito de escolha na hora do parto e o direito ao atendimento por enfermeiras obstétricas.

Baixar arquivo
Segurança

Perfis bloqueados no X por ordem judicial ainda fazem transmissões

Isso é o que diz um relatório parcial da Polícia Federal (PF) aberto para investigar o empresário norte-americano e dono do antigo Twitter, Elon Musk. Foi constatado ainda que os perfis interagem com usuários brasileiros.

Baixar arquivo