ProUni abre inscrições na terça-feira (12)

Publicado em 10/01/2021 - 13:33 Por Daniel Ito - Brasília

O Programa Universidade para Todos (ProUni), está ofertando mais de 162 mil bolsas de estudo de Ensino Superior na primeira seleção de 2021. As vagas são em instituições privadas de ensino de todo o país que aderiram ao programa.

O Ministério da Educação, que é o gestor do Prouni, informou que, deste total, quase 77 mil bolsas serão integrais, e as outras mais de 85 mil serão parciais, com 50% de desconto sobre o valor do curso.

Quem pretende concorrer às bolsas integrais do Prouni precisa comprovar renda familiar bruta mensal de no máximo um salário mínimo e meio por pessoa. Para as bolsas parciais, essa renda mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa. O candidato precisa ter feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), com nota média superior a 450 pontos, além de não ter zerado a redação.

As vagas são destinadas a estudantes que cursaram o Ensino Médio em escolas públicas, ou com bolsa integral em escolas privadas.

As inscrições para o Prouni começam na próxima terça-feira (12) e se encerram dia 15 de janeiro. A relação das instituições e dos cursos disponíveis pode ser consultada na página do programa na internet.

O resultado da primeira chamada vai ser divulgado no dia dezenove de janeiro.

Edição: Ana Pimenta

Últimas notícias
Geral

Pesquisa revela condições de vida e renda dos refugiados venezuelanos

Uma pesquisa feita por agências da ONU apontou dados importantes sobre as condições de vida e renda dos refugiados e migrantes venezuelanos interiorizados ao Brasil.

Baixar arquivo
Esportes

Corinthians é tricampeão paulista feminino

Com a presença de mais de 30 mil torcedores, as corinthianas fecharam o ano com a tríplice coroa, uma vez que conquistaram também as taças do Brasileiro e da Libertadores.

Baixar arquivo
Geral

Migração para os EUA esvazia cidade mineira de Alpercata

Os efeitos econômicos da pandemia do coronavírus, especialmente a baixa oferta de empregos, foram os principais motivos para o aumento da migração.

Baixar arquivo
Economia

Custo médio da cesta básica aumentou em nove cidades, de acordo Dieese

As cestas básicas mais caras foram encontradas em Florianópolis, São Paulo e Porto Alegre, custando entre R$ 710,53 e R$ 685,32. Já as cestas mais baratas: Aracaju Salvador e João Pessoa, com preços entre R$ 473,26 e R$ 508,91.

Baixar arquivo
Política

PEC dos Precatórios é promulgada pelo Congresso Nacional

A proposta aprovada possibilita a mudança no cálculo do teto de gastos e abre um espaço de R$ 106 bilhões no Orçamento da União. Parte dos recursos deverá custear o Auxílio Brasil. 

Baixar arquivo