Como estudar na reta final para as provas do Enem?

Publicado em 25/10/2021 - 09:41 Por Daniel Ito* - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Falta menos de um mês para o início das provas do Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio. Os dias que restam até lá são cruciais para garantir que o candidato esteja preparado e tranquilo para responder às 180 questões objetivas e fazer uma boa redação.

O estudante João Vitor Grigoletto sabe muito bem disso. Ele pretende concorrer aos cursos de Medicina ou Direito, que costumam estar entre os mais disputados. Por isso, João Vitor já organizou o tempo dele para conseguir dar conta das revisões para o Enem e da matéria que ainda está aprendendo na escola.

"No dia, eu tenho uma aula de manhã. Nas primeiras horas da tarde, eu reviso e faço exercícios e tarefas que já estão voltadas para o Enem e para a Fuvest, isso ajuda bastante. E quando acaba esses exercícios do dia, que é uma revisão bem rápida, eu pego provas antigas — tanto da Fuvest quanto do Enem — pra revisar mesmo matérias passadas, matérias do início do ano, matérias do segundo, do primeiro ano. Então, basicamente, eu pretendo continuar nesse mesmo ritmo", diz. 

A estratégia de João Vitor na reta final para o Enem é a recomendada pelo professor de matemática Elivan de Azevedo. Ele sugere, ainda, que a revisão dos conteúdos passados seja intensificada quando faltarem poucos dias para as provas. Para Elivan, o ritmo de estudos nas últimas semanas deve ser aquele com o qual o aluno já está acostumado. 

"A gente indica que ele continue fazendo isso. Continue estudando, continue mantendo a matéria em dia. E faça a revisão só nas últimas duas semanas. Tem que pegar a matéria que ele já estudou, que ele tem uma segurança, e tentar fazer exercícios, fazer resolução de problemas, bem focado no Enem. Aí entra provas anteriores, simulados. Agora, nas últimas semanas, não adianta querer ficar querendo ver um conceito que eu nunca vi. Tem que focar no que já sabe, e treinar pra garantir esses pontos", relata.

As estratégias de estudo e de organização do tempo podem ser boas aliadas na preparação para o Enem. Mas, não existe uma fórmula mágica que funciona para todos os candidatos. O professor universitário Wellington Pedro da Silva, docente do curso de Letras, recomenda que cada pessoa se observe com calma para encontrar o próprio ritmo de estudos.

"Cada pessoa tem uma estratégia de estudo que funciona. Porque às vezes, acaba sendo um desgaste mental, emocional e físico também, o processo de estudar. Então, eu acho que cada um vai entendendo ali como o seu organismo, como o seu corpo vai funcionando. Eu sugiro não ultrapassar esses limites, porque às vezes, a pressão ela é tão grande: 'eu quero mais, eu quero aprender, eu quero trazer essas informações'. E você acaba ultrapassando o seu limite físico, o seu limite mental", conta. 

A importância de se ter um método de estudo eficiente na preparação para o Enem é indiscutível, mas não é o único fator que garante um bom desempenho. Muitas pessoas têm dificuldades com o lado emocional. Amanhã, nós vamos conhecer algumas dicas para superar problemas como ansiedade e nervosismo — para que as provas sejam feitas com tranquilidade e confiança.

Clique aqui e confira os outros episódios da série Enem 2021.

*Com produção de Dayana Vitor e sonoplastia de José Maria Pardal e Messias Melo.

Edição: Bianca Paiva/Edgard Matsuki

Últimas notícias
Educação

No Pará, Alepa aprova ensino obrigatório de espanhol na rede pública

O projeto aprovado em dois turnos na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) torna obrigatório a ministração da disciplina de língua espanhola aos alunos da rede paraense de ensino.

Baixar arquivo
Economia

Produção de veículos em novembro cresce 15% em relação a outubro

No mês de novembro, foram produzidos 206 mil veículos - uma alta de 15% em relação ao mês anterior - mas número representa uma queda de 13,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Baixar arquivo
Economia

Empregador que não paga 13º salário a trabalhador pode ser punido

O 13º salário é um direito do trabalhador garantido por lei na Constituição Federal. A primeira parcela deve ser paga até o dia 30 de novembro e a segunda até o dia 20 de dezembro.

Baixar arquivo
Geral

Mila Moreira, atriz e modelo, morre aos 72 anos, no Rio de Janeiro

A causa da morte de Mila Moreira não foi divulgada. Ao longo da carreira, ela participou de mais de 30 novelas e minisséries na TV. No cinema, trabalhou em seis produções.

Baixar arquivo
Geral

Seaster lança pesquisa sobre tráfico de pessoas no Pará

Os resultados da pesquisa são inéditos e auxiliam na identificação de medidas para combater a expansão do tráfico de pessoas no estado

Baixar arquivo
Economia

Inflação para os mais pobres sobe quase 1% em novembro

De acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira pela FGV, as pressões para essa alta vieram dos aumentos nos itens alimentação, energia elétrica e combustíveis.

Baixar arquivo