Jogadoras de futebol terão direito a licença-maternidade

Publicado em 19/11/2020 - 19:53 Por Renata Martins - Brasília

Novas regras para fortalecer a proteção das jogadoras foram divulgadas nesta quinta-feira (19) pela Federação Internacional de Futebol (Fifa).

A proposta será apresentada ao Conselho da Fifa para aprovação final em dezembro.

São novos padrões mundiais para as mulheres no futebol, particularmente em relação à maternidade.

A licença-maternidade deverá ser obrigatória, de pelo menos 14 semanas (3 meses e meio), com um mínimo de dois terços do salário contratado da jogadora.

E nenhuma jogadora deve sofrer desvantagem em consequência da gravidez e no retorno ao trabalho. Os clubes devem fornecer suporte médico e físico adequado.

A aprovação final da proposta está marcada para dezembro, durante reunião do Conselho da Fifa.

O presidente da entidade, Gianni Infantino, afirmou que o recente crescimento da modalidade e o sucesso sem precedentes da Copa do Mundo Feminina da Fifa em 2019, na França, coloca o futebol feminino em um próximo estágio de desenvolvimento. Por isso, Infatino diz que a Fifa precisa adotar uma estrutura regulatória que seja apropriada e adequada às necessidades do jogo feminino.

No Brasil, a lei trabalhista garante o direito à licença-maternidade de 120 dias, sem prejuízo do emprego e do salário. Nós perguntamos à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) como a questão é tratada no Brasil, e se há alguma norma que trate sobre licença-maternidade para jogadoras de futebol. Até o fechamento desta reportagem, a CBF não havia enviado resposta.

As treinadoras também serão incluídas na proposta da Fifa.

 

Edição: Ana Pimenta

Últimas notícias
Saúde

Brasil já tem 5 casos confirmados da variante Ômicron

Dos casos confirmados aqui no país, três são em São Paulo e dois no Distrito Federal. São quatro homens e uma mulher.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz vê tendência de alta de casos de síndrome respiratória grave

Crescimento está sendo notado em 13 das 27 unidades da federação; destes, os que mais chamam a atenção dos especialistas são Pará, Ceará e Rio de Janeiro.

Baixar arquivo
Política

PEC dos Precatórios é aprovada no Senado

Os precatórios são dívidas da União com empresas e pessoas que ganharam ações definitivas na justiça. A proposta aprovada pelo Senado limita o valor a ser gasto anualmente com essas despesas e muda a forma de cálculo do teto de gastos. Proposta ainda precisa voltar à Câmara.

Baixar arquivo
Educação

Prazo para solicitar a reaplicação da prova do Enem termina amanhã

Candidatos podem pedir a reaplicação até às 23h59 desta sexta; os nomes dos participantes aptos a fazerem a prova em nova data serão divulgados na própria Página do Participante.

Baixar arquivo
Saúde

Prefeitura do Rio vai rever ampliação de exigência de cartão de vacina

Segundo o prefeito Eduardo Paes, houve "exagero" na ampliação de locais onde devem ser apresentados comprovante de vacinação contra a covid-19.

Baixar arquivo
Saúde

São Paulo suspende festa de Réveillon na Paulista

A vigilância sanitária da capital paulista fez um estudo de riscos e orientou a cancelar a festa do dia 31 de dezembro. Além disso, o prefeito decidiu manter a obrigatoriedade no uso de máscaras em lugares públicos. O uso seria abolido no próximo dia 11.

Baixar arquivo