Comissão de Legislação Participativa debate Copa América no Brasil

Primeira partida está marcada para domingo (13), no Maracanã

Publicado em 11/06/2021 - 13:34 Por Sayonara Moreno - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Às vésperas da primeira partida da Copa América, sediada no Brasil, a Comissão de Legislação Participativa, da Câmara dos Deputados, debateu o tema nesta sexta-feira (11). Entre os convidados, esteve presente o coordenador operacional da Copa América, o médico Andre Pedrinelli. Representando a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Pedrinelli explicou que o campeonato vai seguir rigorosas regras, com protocolo aprovado pelo Ministério da Saúde, e que todas as dez delegações participantes virão ao Brasil em voos fretados. Ele detalhou os cuidados que serão tomados para evitar ou reduzir o risco de contágio pelo coronavírus.

Também presente no debate, o médico do comitê de enfrentamento da covid-19, da Universidade Federal de Minas Gerais, Unaí Tupinambás, destacou que tem ciência dos cuidados que serão tomados, mas que a realização das partidas no Brasil é preocupante.

Outro convidado para o debate foi o presidente da Associação Nacional das Torcidas Organizadas do Brasil (ANATORG), Alex Minduín. Em nome da entidade, ele também disse estar preocupado com a realização das partidas porque, mesmo com os cuidados previstos, o futebol é uma paixão nacional, o que pode gerar aglomerações em bares e comunidades, além dos torcedores que se juntam nos hotéis onde ficarão hospedados os jogadores.

Nessa quinta-feira (10), o Supremo Tribunal Federal formou maioria de votos para autorizar a realização da Copa América no Brasil, durante a pandemia. Foram julgadas três ações. Segundo a corte, não existiu ato oficial do governo para trazer os jogos para cá. No entanto, a ministra Carmen Lúcia destacou que, caso as contaminações saiam do controle, o governo pode ser responsabilizado administrativamente, ou na esfera penal.

A CBF já divulgou a data da primeira partida da Copa América. A estreia vai ser do Brasil contra a Venezuela, neste domingo (13), às 18h, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Dez delegações participam do campeonato, com 65 integrantes cada uma delas. Segundo o representante da CBF, André Pedrinelli, serão 35 árbitros, 150 organizadores da Conmebol, e estão previstos mais de cem convidados especiais, nos estádios, a exemplo de autoridades e presidentes de países. Ao todo, serão 28 partidas, que vão até 10 de julho. Não haverá torcidas nos estádios.

Edição: Sheily Noleto/ Renata Batista

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Covid-19: Queiroga diz que adultos serão vacinados até setembro

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, prometeu nesta segunda-feira vacinar toda população adulta contra o coronavírus com pelo menos uma dose até setembro. Nesta segunda-feira chegou a 501 mil o número de mortos pela covid -19.

Baixar arquivo
Política

Ministros do TSE esclarecem segurança da urna eletrônica a deputados

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral receberam durante a tarde um grupo de deputados federais que fazem parte da comissão especial que discute a Proposta de Emenda à Constituição do voto impresso. Eles conheceram detalhes do sistema de votação eletrônica.

Baixar arquivo
Saúde

Grávidas e puérperas já podem ser vacinadas no DF contra a covid-19

As grávidas e as mulheres que ainda estão no período de resguardo pós parto, de 45 dias -  as puérperas - já podem ser vacinadas no Distrito Federal contra a covd-19. Mas é preciso se cadastrar no sistema de agendamento da Secretaria de Saúde.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: Pesquisa aponta que vacinação evitou 40 mil mortes de idosos

Pesquisa aponta que este ano vacinação já evitou mais de 40 mil mortes de idosos pela covid-19 no Brasil. Os cálculos,indicam que sem a vacinação, a tendência era que em 2021, nos seis primeiros meses, o número de mortes de idosos com mais 70 anos ultrapassaria os 90 mil.

Baixar arquivo
Geral

Em 2019, 1,8 milhão de crianças foram submetidas ao trabalho infantil

1,8 milhão de crianças e adolescentes foram submetidas ao trabalho infantil em 2019, e o trabalho infantil tem um perfil de cor e idade.

Baixar arquivo
Saúde

Observatório Covid-19: pandemia pode se agravar com entrada do inverno

Infectologista destaca que o inverno é um momento de alerta e que em caso de aparecimento de sintomas relacionados a doenças respiratórias, como coriza, febre, tosse, dor de garganta, é necessária uma avaliação médica. 

Baixar arquivo