Daniel Dias se aposenta com três medalhas em Tóquio

O maior medalhista do Brasil disputou a sua última prova nesta quarta.

Publicado em 01/09/2021 - 12:51 Por Rafael Monteiro - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Maior medalhista paralímpico da história do Brasil, o paulista Daniel Dias disputou a sua última prova na carreira de atleta nesta quarta-feira e terminou em quarto lugar nos 50 metros livre da classe S5 (deficiência físico-motora) na Paralimpíada de Tóquio. Em janeiro deste ano, o nadador brasileiro anunciou que se aposentaria após Tóquio 2020. A carreira do brasileiro conta com 27 medalhas em paralimpíadas, sendo 14 ouros, sete pratas e seis bronzes.

Na prova nesta quarta, no Centro Aquático de Tóquio, na capital japonesa, o competidor brasileiro bateu a marca de 32s12.

Em Tóquio 2020, Daniel disputou seis provas e conquistou três medalhas de bronze: nos 200 metros livre (S5), nos 100 metros livre (S5) e no revezamento 4x50 metros livre 20 pontos.

Natural de Campinas (São Paulo), Daniel Dias tem má-formação congênita nos membros superiores e na perna direita. O atleta começou a competir em 2006 por influência do nadador paralímpico Clodoaldo Silva após vê-lo na televisão disputando os Jogos Paralímpicos de Atenas 2004 na Grécia.

Edição: GT Passos

Últimas notícias
Meio Ambiente

Projeto troca pilhas e materiais eletrônicos por verduras e hortaliças

Moradores de Palmas, no Tocantins, que tiverem pilhas, baterias, computadores, celular e outros eletrônicos inutilizados podem trocá-los por verduras, hortaliças e mudas de árvores no Instituto Natura Vida.

Baixar arquivo
Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. 

Baixar arquivo
Política

Presidente da República almoça com embaixadores de 18 países no Rio

Como exemplo de situações de instabilidade mundial, que demonstram a segurança oferecida pelo Brasil, Jair Bolsonaro citou os riscos de desabastecimento que vários países vêm passando.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: crimes contra a vida têm queda de 17%

Os dados são relativos aos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.025 vítimas, o menor número desde 1991.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: número de testes positivos em farmácias cresce 54% em maio

Dos 210 mil testes realizados na primeira quinzena do mês, quase 50 mil comprovaram a infecção pelo coronavírus. Já em abril, foram 262 mil no total e cerca de 32 mil confirmaram a presença do Sars-Cov-2.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

ONU diz que subiu 500% o total de pessoas com fome no mundo desde 2016

Os níveis de fome ao redor do mundo atingiram uma nova alta, segundo o secretário-geral das Nações Unidas. António Guterres fez declarações na quarta-feira, durante uma reunião ministerial sobre segurança alimentar, em Nova Iorque. 

Baixar arquivo