Defeso na bacia Araguaia-Tocantins do MT começa esta semana

Publicado em 27/10/2014 - 19:27 Por Raila Spindola - Brasília

Começa no próximo sábado, dia 1º de novembro, o período de proibição da pesca nos rios da bacia Araguaia-Tocantins, no Mato Grosso.  Nas bacias do Paraguai e Amazonas a proibição começa a partir do dia 5 de novembro.

 

O Cepesca, Conselho Estadual da Pesca, definiu o período do defeso da piracema para os rios de Mato Grosso.

 

A partir do dia 1º de novembro fica proibida a pesca, inclusive na modalidade pesque e solte, nos rios da bacia hidrográfica do Araguaia-Tocantins. Já na bacia dos rios Paraguai e Amazonas, o período inicia no dia 05 de novembro. Em ambos os casos as restrições se estende até 28 de fevereiro de 2015.

 

A piracema é um processo natural que ocorre todo ano, quando peixes migratórios se deslocam em busca de alimentos e condições para o desenvolvimento das larvas e dos ovos. O defeso tem por objetivo possibilitar a renovação dos estoques pesqueiros para os anos seguintes.

 

Durante o período só é permitida a pesca de subsistência, ou seja, a prática artesanal da atividade para garantir a alimentação familiar e sem fins comerciais.

 

A cota diária permitida é de três quilos ou um exemplar de qualquer peso, por pescador, respeitando os tamanhos mínimos de captura para cada espécie. São proibidos o transporte e a comercialização do pescado de subsistência.

 

As resoluções fixam o segundo dia útil após o inicío do período de proibição como prazo para que pescadores e comerciantes declarem à Sema, Secretaria de Estado do Meio Ambiente, seus estoques de água continentais. A medida atinge frigoríficos, peixarias, entrepostos, postos de venda, restaurantes, hotéis e similares.

 

A declaração de estoque de pessoa física fica disponível no site da Sema só ao pescador profissional mediante a apresentação da DPI, Declaração de Pesca Individual.


Todo produto de pesca oriundo de outro estado ou países deve estar acompanhado de comprovante de origem.  A multa para quem for pego sem a Declaração de Estoque de Pescado ou praticando a pesca depredatória varia de mil a cem mil reais.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

STJ decide que plano de saúde deve custear remédio de canabidiol

O Superior Tribunal de Justiça determinou que uma operadora de plano de saúde forneça medicamentos à base de canabidiol a um paciente diagnosticado com epilepsia grave. O canabidiol é extraído da Cannabis sativa, planta conhecida como maconha.

Baixar arquivo
Política

PEC dos Precatórios deve ser votada nesta quarta na Câmara

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, marcou para esta quarta-feira a votação da PEC dos Precatórios. Prevista na pauta dessa terça-feira, Lira justificou que o adiamento foi necessário porque faltava conversar com alguns líderes sobre o texto.

Baixar arquivo
Geral

Santa Catarina passa a adotar número de RG igual ao do CPF em novembro

. Quem já tiver o RG, o número continua valendo, mas quem for emitir a primeira via já não vai contar com um número separado do RG.

Baixar arquivo
Saúde

Alerj aprova liberação do uso de máscaras ao ar livre no estado do Rio

O projeto aprovado pela Alerj ainda precisa seguir para sanção ou veto  do governador Cláudio Castro, que tem um prazo de 15 dias para publicar a decisão.

Baixar arquivo
Geral

Roubo de cabos de energia dificultou trajetos do metrô em São Paulo

Segundo o Metrô, foram roubados 30 metros de cabos do sistema que alimenta a energia dos trens. A confusão começou por volta das 5h e também comprometeu a operação na Linha Azul.

Baixar arquivo
Saúde

INCA alerta para perigos do consumo coletivo de narguilés na pandemia

Para além dos riscos da transmissão de doenças como a covid, caso a mangueira seja compartilhada, uma sessão de narguilé, que costuma durar entre 1hora a 90 minutos, equivale ao consumo de 100 cigarros comuns. 

Baixar arquivo