Prazo para confirmar inscrição no Mais Médicos termina hoje

Publicado em 05/02/2015 - 08:59 Por Karol Assunção - Brasília

O Ministério da Saúde divulgou, nesta quarta-feira (4), que das 1,5 mil cidades que poderiam aderir ao Programa Mais Médicos, 1294 se inscreveram, além de 12 distritos indígenas. O ministro da Saúde Arthur Chioro comentou a participação dos municípios.

 

SONORA 

 

Desta vez, mais de 15 mil médicos com registro profissional no Brasil se inscreveram no programa. Desses, quase 12 mil optaram por receber um bônus de 10% na prova de residência médica e três mil escolheram os benefícios do Mais Médicos, como auxílio-moradia e alimentação.

 

Outros 930 médicos que estavam no Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) – decidiram continuar na comunidade em que atuam e aderir ao Mais Médicos.

 

Os candidatos precisam confirmar até hoje a inscrição com a escolha das cidades disponíveis. No total, 4.146 vagas estão abertas. A expectativa é que essas elas sejam ocupadas pelos médicos com CRM no Brasil. Mas, para Chioro, a dificuldade de acesso a alguns locais pode pesar na hora de definir a vaga.

 

SONORA

 

O Nordeste deve receber o maior número de médicos. São 1.784 vagas para 505 municípios da região. Já o Centro-Oeste tem o menor número de vagas autorizadas: 393 médicos. Os 12 distritos indígenas devem receber 35 profissionais.

 

Os médicos que possuem registro no Brasil e que se inscreveram no programa ainda vão ter duas oportunidades de chamadas. As vagas que não forem preenchidas vão ser abertas para médicos brasileiros formados no exterior e, depois, para profissionais estrangeiros.

 

Desde 2013, o Conselho Federal de Medicina questionava a qualidade do programa, que entre outros problemas, não exige dos estrangeiros o Revalida, o exame exigido para que um médico atue no país. Nesta quarta-feira, representantes do Conselho e do Ministério da Saúde se encontraram.

 

Para Chioro, essa reunião representou uma reaproximação entre o Conselho e o Governo Federal.

 

SONORA

 

No encontro, foi debatida a agenda do ano em comum entre CFM e Ministério da Saúde, como o decreto que regulamenta a morte encefálica, o aprimoramento das normas para valorizar o parto normal, e a retomada do Conselho na Comissão de Incorporação de Tecnologia do SUS, de onde estava afastado desde o rompimento do diálogo, há quase dois anos.

 

Atualmente 14 mil profissionais estão atuando no Mais Médicos. A previsão é que o programa reúna mais de 18 mil médicos, beneficiando 63 milhões de pessoas em 4 mil municípios brasileiros e 34 distritos indígenas.

Últimas notícias
Direitos Humanos

Câmara aprova MP que abre crédito para doar alimentos a quilombolas

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira a medida provisória que abre crédito extraordinário de R$ 167,2 milhões para o Ministério da Cidadania distribuir cestas de alimentos à população quilombola. A matéria segue para o Senado.

Baixar arquivo
Geral

Defesa Civil de São Paulo emite alerta para ressaca marítima

São esperadas ondas de até 4 metros de altura, em todo o litoral do estado de São Paulo.  A recomendação é que os banhistas evitem a prática de esportes aquáticos ou que utilizam o vento, como surf, windsurf e kitesurf.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Defensoria Pública e Conectas denunciam violência na Cracolândia em SP

A Defensoria Pública de São Paulo e a organização não-governamental Conectas Direitos Humanos encaminharam nesta semana à Comissão Interamericana de Direitos Humanos um pedido de proteção para a população em situação de rua e de usuários de drogas que vive na chamada Cracolândia, na capital paulista.

Baixar arquivo
Política

Governo Federal deve cortar mais R$ 10 bilhões dos ministérios

E para um possível reajuste de 5% a categorias do funcionalismo público como policiais rodoviários federais e agentes penitenciários será necessário um novo corte de mais R$ 7 bilhões nas despesas. 

Baixar arquivo
Economia

Congresso debate importância do petróleo na transição energética

A redução das emissões de carbono no setor de óleo e gás foi um dos assuntos abordados nesta quinta-feira no Congresso Mercado Global de Carbono – Descarbonização & Investimentos Verdes.

Baixar arquivo
Geral

Podcast Entrevista é Nacional: a luta contra o abuso sexual infantil

A campanha Maio Laranja é um incentivo ao combate ao abuso e à exploração sexual infantil no Brasil.  A presidente do Instituto Infância Protegida, Raquel Vieira de Andrade Oliveira, fala da importância de conscientizar toda sociedade para evitar situações que colocam as crianças em risco

Baixar arquivo