Hospital universitário do Rio vai reativar 100 leitos

Publicado em 19/05/2016 - 20:18 Por Tâmara Freire - Rio de Janeiro

O diretor do Hospital Universitário Pedro Ernesto, Edmar José Alves dos Santos, garantiu que em no máximo nos meses vai reativar mais cem leitos da unidades chegando assim a 355.

 

O aumento das atividades será possível por causa de uma liminar que determinou que o governo do Estado do Rio de Janeiro repasse mensalmente  R$ 7 milhões ao hospital.

 

Com capacidade para 512 leitos, o hospital atualmente só disponibiliza 255, por causa da crise financeira que já provocou o atraso no pagamento de fornecedores e residentes. Mas santos ressaltou que a solução definitiva para unidade passa por um aumento da verba destinada a ela no orçamento do estado.

 

Nesta terça-feira  foi realizada a primeira visita da comissão de representação da Assembleia Legislativa, criada para acompanhar os problemas no hospital. O  presidente da comissão  deputado Zaqueu Teixeira afirmou que vai encaminhar a proposta de aumento do orçamento do Pedro Ernesto.

 

Mesmo com problemas, a unidade ligada à Universidade Estadual do Rio de Janeiro continua sendo uma referência em intervenções de alta complexidade como cirurgias cardíacas e neurológicas. Usuários como Marleuza Rodrigues de Oliveira esperam que a crise seja superada.

 

Durante a visita da comissão,  servidores do hospital fizeram um protesto e denunciaram uma suposta tentativa de sucatear a unidade para deixá-la vulnerável a privatização ou terceirização dos serviços. O diretor do hospital refutou a hipótese.

 

Atualmente o hospital pedro ernesto é administrado diretamente pelo estado e conta com cerca de 3.800 servidores públicos, além de 1.200 alunos de graduação e de pós graduação. Mesmo com a crise, em 2015, a unidade realizou cerca de 450 mil consultas e cinco mil cirurgias.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo