Paes diz que é preciso "tomar vergonha na cara" e critica secretário estadual

Publicado em 03/07/2016 - 19:13 Por Cynthia Cruz - Rio de Janeiro

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, fez duras críticas, neste sábado (2), às declarações do secretário Estadual de Saúde, Luiz Antônio Teixeira, de que está com dificuldades para gerenciar os hospitais e que emergências podem fechar.

 

Eduardo Paes afirmou que é necessário tomar vergonha na cara e assumir as suas obrigações.

 

O prefeito Eduardo Paes também comentou o roubo de containers com equipamentos de duas emissores de TV da alemanha na última quinta-feira (30). O material foi encontrado nessa sexta-feira (1º).

 

Paes afirmou que respeita as forças policiais, mas é necessário ter comando e agir para garantir a segurança . As declarações do prefeito Eduardo Paes foram dadas após reuniãor com secretários e subprefeitos em um hotel, na Barra da Tijuca.

 

Durante o encontro, foi feito um balanço sobre os projetos realizados pela prefeito. Paes destacou que as metas estão sendo atingidas.


A Secretaria Estadual de Saúde não quis comentar as declarações do prefeito

Últimas notícias
Cultura

Rádio Nacional do RJ pode ser declarada Patrimônio Imaterial do Estado

A Rádio Nacional do Rio de Janeiro poderá ser declarada Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial do Estado. Um projeto de lei, de autoria dos deputados estaduais Mônica Francisco, do PSOL, e Waldeck Carneiro, do PSB, foi aprovado na Assembleia Legislativa.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

SP usa pela primeira vez a queima controlada para prevenir incêndios

A experiência está acontecendo na Estação Ecológica Jataí na cidade de Luís Antônio, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Política

Câmara dos Deputados elege novos membros da mesa diretora

O deputado Lincoln Portela, do PL de Minas Gerais, foi eleito nessa quarta-feira para o cargo de vice-presidente da Câmara dos Deputados.

Baixar arquivo
Saúde

Centro-oeste tem aumento de 165% dos casos de dengue

Os casos de dengue vêm crescendo no país. O centro-oeste lidera com mais de 855 mil casos prováveis da doença transmitida pelo Aedes Aegypti, segundo o Ministério da Saúde.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisa alerta para publicidade ilegal de fórmulas infantis

Seis em cada dez farmácias e supermercados brasileiros infringem a legislação que regula o marketing de produtos que podem prejudicar a amamentação, diz pesquisa do Observa Infância.

Baixar arquivo
Saúde

Podcast Entrevista é Nacional: Maio Roxo e as doenças intestinais

A campanha Maio Roxo conscientiza a população sobre as doenças inflamatórias intestinais . O médico Idblan Carvalho detalha os sintomas, o caminho até o diagnóstico e o tratamento das doenças de Crohn e da retocolite.

Baixar arquivo