Ministério Público acusa madeireiras de certificação socioambiental enganosa

Meio Ambiente

Publicado em 26/01/2017 - 19:19 Por Graziele Bezerra - Brasília

O Ministério Público Federal no Pará briga na Justiça Federal, em Brasília, contra uma decisão do Judiciário de Santarém que negou a suspensão de certificação socioambiental concedida a duas madeireiras da região.

 

As madeireiras Ebata e Golf receberam do Imaflora – o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola, o selo FSC. As empresas que tem esse selo são consideradas socioambientalmente corretas. Mas nesse caso, o MPF diz que a certificação é “enganosa”, porque as madeireiras estariam provocando uma série de impactos ambientais e sociais nas áreas próximas às empresas.

 

Entre os impactos apontados estão obras que reduziram a trafegabilidade de um rio considerado vital para o oeste paraense e a poluição dessas águas, utilizadas para uso doméstico.

 

O MPF pediu a suspensão da certificação sociambiental das madeireiras, mas a Justiça em Santarém negou. Por isso, o caso veio parar em Brasília.

 

A secretária executiva do Imaflora Laura Prada reconhece a existência de impactos a 26 comunidades que vivem da exploração madeireira. Os certificados das madeireiras chegaram a ser suspensos em 2014, mas foram retomados em 2015. Laura Prada afirma que são constantes os diálogos para a resolução de conflitos.

 

Sonora: "Desde então uma série de trabalhos foram feitos pelas empresas inclusive a criação desse comitê de resolução de conflitos que foi um ponto chave nesse processo todo pra encaminhar esses problemas e rabir rabrir um diálogo de comunicação e resolução de conflitos entre as empresas e as comunidades."

 

O Imaflora garante ainda que toda certificação obedece as regras estabelecidas pelo selo FSC. Ainda de acordo com o instituto, as certificações das empresas podem ser retiradas a qualquer momento, com ou sem ação judicial.

 

A nossa equipe não conseguiu contato por telefone com as madeireiras. Nós também encaminhamos e-mails para as empresas, mas ainda não obtivemos retorno.

Últimas notícias
Segurança

Estudantes de medicina são suspeitos de fraude para conseguir bolsas

Investigados mentiam condição financeira para acessar políticas destinadas a pessoas de baixa renda, segundo Polícia Federal. Acusados também receberam Auxílio Emergencial sem ter direito.

Baixar arquivo
Cultura

História Hoje: "Drácula", de Bram Stoker, era publicado há 125 anos

Conde Drácula foi inspirado no príncipe romeno Vlad III. O nobre sustentava o título de Dracul, o Filho do Dragão. Ele se tornou muito conhecido por utilizar métodos cruéis contra seus inimigos como mutilações, decapitações e empalamentos. Não poupava nem mulheres, nem crianças.

Baixar arquivo
Esportes

Fortaleza vence no Chile e segue para oitavas de final da Libertadores

Já o Atlético-MG perdeu no Mineirão, para o Tolima, da Colômbia, mas já estava classificado.

Baixar arquivo
Esportes

Bruno Fratus ganha ouro em prova de natação na Espanha

João Gomes Jr. e Gabrielle Roncatto ficaram com a prata nos 50 metros peito e 400 metros livre.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ampliação do perfil pode reduzir tempo de espera para adoção

O processo de adoção pode levar muito tempo, mas também ser bem rápido. Tudo vai depender do perfil de filho que pais e mães adotivos buscam.

Baixar arquivo
Geral

Confira a previsão do tempo no Brasil nesta quinta-feira (26)

Catolé do Rocha, na Paraíba, está aniversariando com muitas nuvens, previsão de chuva isolada e temperatura indicando de 21 a 32º C.

Baixar arquivo