Em vigor desde fevereiro, poucos brasilienses conhecem o programa Saúde da Família

Atendimento Domiciliar

Publicado em 20/04/2017 - 11:01 Por Laís Holanda - Brasília

Após dois meses de criação, o Programa Saúde da Família ainda é desconhecido por grande parte da população do Distrito Federal.


Lançado em fevereiro, o programa Saúde da Família prevê o acompanhamento de famílias para auxilio na saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e agravos mais frequentes. 


São 248 equipes formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde capacitados que visitam em domicílio cerca de 4 mil pessoas, cuidando da condição de saúde de todos os integrantes de uma família.


O projeto funciona por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e deve ser integrado a todas as unidades de saúde até junho deste ano. 


As visitas são organizadas de acordo com a condição de saúde da população, onde são feitas avaliações das pessoas e riscos de saúde. 


A bombeira civil Marina Cristina ainda não tinha conhecimento sobre o programa. Mas, ela acredita que o projeto pode auxiliar pessoas que têm dificuldade de locomoção até os hospitais. 


O projeto ainda não é conhecido por todos e já há quem critique a iniciativa. É o caso da estudante de fisioterapia Jaiane dos Santos. Ela diz que o projeto Saúde da Família só funciona na teoria.


O coordenador de Atenção Primária da Secretaria de Saúde, Marcus Quito, explica que o número de equipes abrange apenas 32% da população do Distrito Federal, número pequeno para o melhor resultado do programa.


Todas as unidades de saúde estão em processo de conversão para atendimento da estratégia Saúde da Família. 


A capacitação tem por objetivo viabilizar o atendimento pré-natal, nascimento da criança, identificação de câncer de colo de útero e o acompanhamento dos hipertensos e diabéticos.


Marcus Quito explica que a expectativa é para mais 328 equipes cobrindo aproximadamente 75 % da população do Distrito Federal. 


O programa Saúde da Família foi publicado em 14 de fevereiro deste ano, pela Portaria 77 do governo do Distrito Federal.

Últimas notícias
Internacional

Afeganistão: ONU está apreensiva com economia e direitos das mulheres

Este 15 de agosto marca um ano da tomada do poder pelo Talibã no Afeganistão. Agências da ONU estão apreensivas com o colapso da economia e o agravamento da situação humanitária.

Baixar arquivo
Cultura

Cem anos do rádio no Brasil: Floriano Faissal

Ele compôs músicas, trabalhou para tv e para o cinema, fez teatro, foi diretor de programas na Rádio Nacional e na Rádio MEC.

Baixar arquivo
Economia

Banco Central prevê inflação de 7,02% para este ano

A informação está no Boletim Focus divulgado nesta manhã. Esse é o primeiro Focus desde o anúncio pelo IBGE da deflação em julho.

Baixar arquivo
Economia

Economia cresce 0,69% em junho, diz Banco Central

A economia do país em junho cresceu 0,69% em relação a maio, conforme o IBC-Br, índice do Banco Central que mede a atividade econômica mês a mês. A divulgação foi nesta segunda-feira.

Baixar arquivo
Economia

Petrobras anuncia redução de R$ 0,18 na gasolina para distribuidoras

A partir desta terça-feira (16), o preço médio de gasolina tipo A vai passar de R$ 3,71 para R$ 3,53 o litro, uma redução de R$ 0,18. Essa é a terceira queda no valor do combustível desde julho. 

Baixar arquivo
Geral

Governo de SP anuncia edital para finalizar obras do Rodoanel

Obra vai interligar a rodovia Dutra com o restante da malha viária que circunda a região metropolitana de São Paulo. Trabalhos estavam parados desde 2018.

Baixar arquivo