Remédio usado para tratar déficit de atenção e hiperatividade está em falta no DF

Distrito Federal

Publicado em 10/09/2018 - 16:26 Por Dayana Vitor - Brasília (DF)

A Ritalina, medicamento usado no tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, está em falta nas principais farmácias do Distrito Federal há, pelo menos, três meses.


O estoque da rede pública de saúde também está zerado desde o final de agosto. A Secretaria de Saúde do Distrito Federal garantiu que o remédio será reposto até a próxima semana, porque o produto já foi comprado.


O psiquiatra e coordenador do grupo de apoio à portadores e familiares de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade da Associação Brasileira de Déficit de Atenção em Brasília, José Miguel Neto, esclarece a importância da Ritalina no tratamento dos portadores da doença.

 


A reportagem ligou em três das principais redes de drogarias da capital, e todas afirmaram que a Ritalina está em falta nos estoques há meses. Em algumas farmácias, existe apenas a versão mais cara do medicamento, a Ritalina LA, de liberação prolongada. Essa versão do remédio custa mais de R$ 230. Já a Ritalina comum, de 10 miligramas, tem o valor médio de R$ 33.

 

Uma das farmácias garantiu que existe a previsão de chegada, nos próximos dias, de nove caixas da Ritalina comum, mas disse que seis já estão reservadas.

 


Segundo a Novartis, laboratório que fabrica o medicamento, o abastecimento de Ritalina está sendo reestabelecido desde agosto, pois os medicamentos estão em fase de faturamento desde o dia 24 de julho.

 

A empresa também garantiu que está tomando todas as medidas possíveis para garantir o fornecimento regular do remédio.

Últimas notícias
Justiça

MPF abre novo procedimento após morte de cidadão em abordagem da PRF

Imagens veiculadas na internet mostram a vítima presa dentro de uma viatura esfumaçada. O IML de Sergipe identificou de forma preliminar que a vítima teve como causa da morte insuficiência aguda secundária a asfixia.

Baixar arquivo
Geral

Chuvas em AL: Governo reconhece situação de emergência em 9 municípios

O governo federal reconheceu a situação de emergência em nove municípios de Alagoas por causa das fortes chuvas que atingem o estado. Outras duas cidades estão com processo de reconhecimento federal em andamento. 

Baixar arquivo
Justiça

Chacina de Unaí: ex-prefeito é condenado a 64 anos de prisão

O Tribunal do Júri Federal condenou nesta sexta-feira o produtor rural e ex-prefeito Antério Mânica no caso do assassinato de três auditores fiscais e do motorista, em 2004, em Unaí (MG).

Baixar arquivo
Saúde

RJ: Casos de dengue aumentam 177% nos cinco primeiros meses deste ano

A capital fluminense concentra a maioria dos registros da doença, mas as regiões Noroeste e Norte apresentam alta transmissão, de acordo a Secretaria de Estado de Saúde.

Baixar arquivo
Economia

Ministério de Minas e Energia diz que estoque de diesel dura 38 dias

Se a importação desse combustível fosse suspensa, seria possível atender à demanda durante 38 dias, com esses estoques e a produção nacional.

Baixar arquivo
Economia

Eletrobras lança oferta de ações em mais um passo para privatização

A Eletrobras apresentou os documentos necessários para realizar a operação, com a qual a estatal espera movimentar mais de R$ 30 bilhões.

Baixar arquivo