Conselho Indígena pede apuração sobre incêndio em Distrito Sanitário de Roraima

Distrito Sanitário

Publicado em 22/11/2018 - 20:05 Por Renata Martins - Brasília

Em Boa Vista, incêndio destrói sede do Distrito Sanitário Especial Indígena do Leste de Roraima, responsável pelo atendimento em saúde de quase 50 mil índios. O Conselho Indígena do estado quer que a Polícia Federal investigue o caso.


O incêndio ocorreu na madrugada de quarta-feira e destruiu a sede do Distrito Sanitário Especial Indígena – DSEI Leste Roraima, no bairro 13 de Setembro, da capital Boa Vista.

 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o prédio apresenta danos estruturais em decorrência da temperatura das chamas. Apesar da propagação da fumaça, não houve feridos.

 

Aproximadamente 60 homens do Corpo de Bombeiros atuaram para conter o fogo.

 

Segundo o Conselho Indígena de Roraima, o incêndio destruiu estruturas como almoxarifado, radiofonia, logística e oito veículos. A farmácia também foi atingida, destruindo materiais adquiridos recentemente, como balanças, aparelhos de pressão, microscópios, placas solares, além de uma grande quantidade de medicamentos.

 

O Dsei Leste de Roraima é responsável pelo atendimento de 325 comunidades indígenas, de sete povos. Quase 50 mil índios são atendidos pelo Distrito.

 

O Conselho Indígena de Roraima divulgou nota em que expõe a preocupação para que essas comunidades não fiquem desassistidas.

 

As causas do incêndio devem ser apontadas por meio de laudo técnico dos Bombeiros, que deve ficar pronto em até 30 dias após a conclusão da perícia técnica.

 

Nesta quinta-feira, o Conselho oficializou pedido para que o Ministério Público Federal e a Polícia Federal em Roraima façam investigação rigorosa sobre o incêndio e informem detalhes sobre os prejuízos causados e medidas que serão adotadas para amenizar os danos às comunidades indígenas de Roraima.

 

Segundo o Ministério da Saúde, o atendimento aos índios continua ocorrendo normalmente, visto que a parte administrativa da sede do DSEI não foi atingida.

 

O Ministério afirmou ainda que acompanha a investigação sobre as causas do incêndio.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Política

Prefeitura do Rio retoma vacinação de grávidas e puérperas

Grávidas  e mulheres que tiveram filhos há até dois meses, e que tenham comorbidades, podem se vacinar contra a covid-19 na cidade do Rio de Janeiro nesta terça-feira, 

Baixar arquivo
Cultura

Corpo de Bombeiros autoriza reabertura da Cidade do Samba no Rio

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro autorizou a reabertura da Cidade do Samba, espaço que concentra os barracões das grandes agremiações do carnaval, na Zona Portuária da capital.

Baixar arquivo
Esportes

Argentina empata com Chile em 1 a 1 pela Copa América

Argentina empata com Chile em 1 a 1. Confira os resultados da Copa América, com Bruno Mendes. 

Baixar arquivo
Geral

Após cheia recorde, níveis de rios no Amazonas começam a baixar

As águas começam a baixar no fenômeno conhecido como vazante.

Baixar arquivo
Esportes

Brasileira ganha ouro no Campeonato Italiano de Águas Abertas

A brasileira Ana Marcela Cunha conquistou a medalha de ouro do Campeonato Italiano de Águas Abertas, que aconteceu em Piombino, na Itália, nesta segunda-feira (14). Ana venceu os 10 quilômetros superando a alemã Lea Boy e a Italiana Ginevera Taddeuci.

Baixar arquivo