Dados apontam que nos últimos quatro anos houve redução de mortes pela aids no país

Hiv/Aids

Publicado em 27/11/2018 - 16:45 Por Dayana Vitor - Brasília

O Brasil registrou queda de 16% em casos de óbitos por AIDS, nos últimos 4 anos. Enquanto, em 2014, a taxa de mortalidade era de 6 a cada 100 mil habitantes, em 2017, essa taxa caiu para 5 mortes a cada 100 mil pessoas.

 

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (27) pelo Ministério da Saúde como parte das ações do Dia Mundial de Luta contra a Aids, que será comemorado em primeiro de dezembro.

 

A estimativa é que mais de 866 mil brasileiros vivam com HIV/ Aids. Desse universo, apenas 585 mil fazem o tratamento.

 

A dona de casa, Deniz Catarina, de 57 anos, é casada há mais de 30 anos e descobriu ter o HIV há 17. Ela toma três medicamentos por dia e tem uma vida normal. Deniz afirma que o preconceito é a pior parte da doença e que já perdeu até amigos por causa do vírus.

 

A jovem youtuber Blenda Silva convive com o HIV há mais de dois anos e concorda que ainda existe muito preconceito.

 

O diagnóstico precoce do HIV é importante para evitar que os portadores do vírus desenvolvam a aids e tenham complicações que podem levar à morte, como explica a diretora do departamento DST/AIDS do Ministério da Saúde, Adele Schwartz.

 

Para que cada vez mais pessoas tenham o diagnóstico precoce da doença, a partir de janeiro do ano que vem, o SUS vai oferecer autotestes de HIV.

 

Os exames serão destinados para pessoas mais vulneráveis à infecção como homens homossexuais, travestis e profissionais do sexo, além de pacientes em uso de medicamento de pré-exposição ao vírus.

 

A princípio, serão distribuídas 400 mil unidades do autoteste para seis cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba Florianópolis, Salvador, Porto Alegre, Belo Horizonte e Manaus.

 

Esses autotestes já são vendidos em farmácias e custam entre R$ 50 a R$ 70. O Ministério da Saúde orienta que, no caso de resultado positivo, é necessário fazer testes complementares.

 

Hoje, o principal medicamento do tratamento contra o HIV é o antirretroviral Dolutegravir. Em três meses de tratamento com essa substância, quase 90 % dos pacientes apresentam carga viral quase indetectável.

Últimas notícias
Geral

RJ: Polícia Civil agora afima que foram 23 mortos na Vila Cruzeiro

A Polícia Civil informou que outros três mortos que chegaram ao Instituto Médico Legal eram, na verdade, de outra ocorrência no morro do Juramento, também na zona norte.

Baixar arquivo
Geral

Previsão do tempo: norte, nordeste e sul estão em alertas para chuvas

No norte, o aviso vale pros estados do Amapá e de Roraima, além do norte do Amazonas e do Pará. No sul é a chegada de uma frente fria que provocar chuva volumosa em grande parte do Rio Grande do Sul.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Rio recebe programa do Unicef para acolher crianças e adolescentes

Depois de São Paulo, Recife e Belém, o programa #AgendaCidadeUNICEF, chegou ao município do Rio de Janeiro. O lançamento aconteceu na Arena Carioca Jovelina Pérola Negra, na Pavuna.

Baixar arquivo
Segurança

Polícia Federal investiga morte de uma pessoa em ação da PRF

A Polícia Federal abriu inquérito para investigar a ação de policiais rodoviários federais envolvidos na abordagem que terminou com a morte de Genivaldo de Jesus Santos, no município de Umbaúba (SE)

Baixar arquivo
Educação

Censo Escolar vai revelar dados da educação pública e privada

Os responsáveis pelas unidades devem colocar as informações no Sistema Educacenso até o dia 1º de agosto. O resultado desta etapa vai ser divulgado no fim do ano.

Baixar arquivo
Justiça

Jovem consegue na justiça direito de viajar com cão de apoio emocional

Após idas e vindas, o jovem Arthur França finalmente vai  conseguir embarcar com seu cão de suporte emocional e assistencial em um voo que parte, nesta quinta-feira, de Brasília para  São Paulo.

Baixar arquivo