Governo de Cuba anuncia saída do programa Mais Médicos

Mais Médicos

Publicado em 14/11/2018 - 15:50 Por Graziele Bezerra - Brasília

O governo cubano anunciou o fim de sua participação no programa Mais Médicos, em funcionamento no Brasil desde agosto de 2013. A iniciativa prevê o envio de médicos para áreas remotas do país.


Segundo o governo caribenho, a decisão foi tomada depois do presidente eleito, Jair Bolsonaro informar que vai modificar termos e condições do programa. Diante dessas condições, o governo cubano diz que é impossível manter os médicos estrangeiros no país.


Em um comunicado divulgado pela internet, o ministério da saúde cubano informou que, em 5 anos de trabalho, cerca de 20 mil colaboradores cubanos atenderam a mais de 113 milhões de pacientes em 3.600 municípios.


Por meio de sua conta no Twitter, Jair Bolsonaro informou que condicionou a continuidade do programa Mais Médicos à aplicação de teste de capacidade.

 

Informou ainda que desejava pagar integralmente aos profissionais e não ao país, e que os médicos pudessem trazer suas famílias para o Brasil. Condições essas que não foram aceitas pelos cubanos, segundo Jair Bolsonaro.


O ex-ministro da saúde Alexandre Padilha, que participou da implantação do programa, reagiu ao anúncio de Cuba:
 

A reportagem solicitou o posicionamento do ministério da Saúde  sobre o fim da parceria de Cuba com o Programa Mais Médicos no Brasil, mas até o fechamento desta reportagem, não obtivemos retorno.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Aleitamento materno aumenta no Brasil

Crescimento da amamentação exclusiva foi de mais de 12 vezes entre menores de 4 meses. Resultados constam no Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil, encomendado pelo Ministério da Saúde e desenvolvido pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, em conjunto com a Fiocruz e diversas instituições públicas de ensino superior.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Cidadãos vão poder colaborar na conservação de áreas verdes

Isso será possível por meio de sugestões inseridas no aplicativo CAU, do Ministério do Meio Ambiente. Haverá uma lista sobre praças, parques, hortas urbanas, e outras áreas verdes previamente cadastradas pelo gestor do seu município, na qual você poderá opinar

 

Baixar arquivo
Geral

Dia Mundial sem Carro: especialistas debatem mobilidade nas cidades

Objetivo é conscientizar população sobre uso responsável de veículos

Baixar arquivo
Geral

Chuva deixa Rio de Janeiro em estágio de atenção

Neste cenário, a previsão é de que a chuva deve continuar até quarta-feira (23), e pode ser forte durante a tarde e noite de hoje. Também há previsão de rajadas de vento fortes ocasionais, o que fez com que a Marinha ampliasse o aviso de ressaca, alertando que ondas de até 3 metros de altura podem atingir a orla carioca até às 15h de amanhã

Baixar arquivo
Geral

Defensoria Pública do DF notifica BC sobre nota de R$ 200

A nota de R$ 200 tem o mesmo tamanho da de R$ 20  o que, segundo as entidades de defesa da pessoa com deficiência, impossibilita reconhecer a diferença entre as duas. O Banco Central informa que para produzir uma cédula em um formato maior teria que fazer uma adequação na fábrica, o que não seria viável no tempo disponível

Baixar arquivo
Internacional

Na ONU, Bolsonaro diz que Brasil é alvo de campanhas de desinformação

Ele discursou na abertura da 75ª Assembleia Geral das Nações Unidas e afirmou que o país tem combatido com rigor a extração ilegal de maneira e os focos criminosos de incêndio

Baixar arquivo