STF pode regulamentar o auxílio-moradia para compensar despesa com reajuste para juízes

STF

Publicado em 08/11/2018 - 13:36 Por Lucas Pordeus Leon - Brasília

Em contrapartida ao aumento de 16 % no salário dos ministros do STF e do Procurador Geral da República, aprovado pelo Senado, o Supremo Tribunal Federal deve pautar a regulamentação do auxílio-moradia, informou o presidente da Corte, ministro Dias Toffoli.

 


Toffoli argumenta que o aumento será compensado com cortes em programas do judiciário e revisão do auxílio-moradia.

 

Atualmente, juízes e membros do Ministério Público recebem mais de R$ 4 mil de auxílio-moradia, mesmo tendo casa própria.

 

Com o reajuste, o salário dos ministros do STF sobe mais de R$ 5 mil, de R$  33 para R$ 39 mil.

 

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro João Otávio de Noronha, defendeu o reajuste para repor a inflação de 5 anos.

 


Para o consultor econômico, Carlos Eduardo de Freitas, ex-diretor do Banco Central, além do impacto financeiro, o reajuste contraria o discurso do futuro ministro da economia do governo Bolsonaro, Paulo Guedes, da necessidade de ajuste fiscal.

 


O reajuste no salário dos ministros do STF gera um efeito cascata em estados e no Executivo, já que algumas carreiras associam o salário ao dos ministros do Supremo.

 

A Consultoria de Orçamentos do Senado calcula que o impacto será de mais de R$ 5 bilhões, ao ano, em toda a administração pública.

 

O aumento ainda precisa ser sancionado pelo presidente da República.

Últimas notícias
Saúde

Fiocruz pede registro de novos testes contra varíola dos macacos

A Fundação Oswaldo Cruz pediu à Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária - o registro de dois novos teste para diagnóstico de monkeypox. O pedido foi feito por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos, Bio-Manguinhos.

Baixar arquivo
Economia

Setor de serviços cresce 0,7% na passagem de maio para junho, diz IBGE

Com isso, se encontra 7,5% acima do nível pré-pandemia, de fevereiro de 2020, mas ainda 3,2% abaixo do ponto mais alto, conquistado em novembro de 2014.

Baixar arquivo
Saúde

Ingerir álcool durante a gravidez pode causar síndrome alcoólica fetal

Mesmo que seja baixa a quantidade de álcool ingerida pela futura mãe, ainda existe o risco da doença,  que pode trazer consequências gravíssimas para o feto e recém-nascidos.

Baixar arquivo
Economia

Quase metade dos brasileiros fazem "bicos" para ampliar renda

Pesquisa aponta que quase q metade dos brasileiros com 16 anos de idade ou mais precisaram fazer atividades extras nos últimos 12 meses para complementar sua renda.

Baixar arquivo
Saúde

Maranhão registra primeiro caso de varíola dos macacos

O paciente, um homem de 42 anos, com comorbidades, está internado com quadro clínico estável.

Baixar arquivo