Cerca de R$ 35 milhões foram sacados das contas bancárias de João de Deus, confirma MP

Ministério Público

Publicado em 16/12/2018 - 15:48 Por Adrielen Alves - Brasília

O Ministério Público de Goiás confirmou neste domingo (16) que o médium João de Deus, retirou R$ 35 milhões de contas e aplicações financeiras após as primeiras denúncias de abuso sexual.

 

A informação acelerou a decretação da prisão preventiva do médium, que ainda não se apresentou à polícia.

 

O médium é considerado foragido.

 

Segundo o MP, ele não foi encontrado em todos os endereços possíveis e o comparecimento espontâneo não ocorreu nas 24 horas seguintes à ordem de prisão.

 

João de Deus pode ser preso por qualquer autoridade policial brasileira ou estrangeira, com auxílio da Interpol, caso saia do país.

 

A reportagem não conseguiu falar a defesa de João de Deus.

 

O médium nega as acusações.


Mais de 300 denúncias de crimes sexuais contra o médium já foram recebidas pela força-tarefa que investiga o caso.

 

Com informações da Agência Brasil, de Brasília, Adrielen Alves

Últimas notícias
Geral

Seaster lança pesquisa sobre tráfico de pessoas no Pará

Os resultados da pesquisa são inéditos e auxiliam na identificação de medidas para combater a expansão do tráfico de pessoas no estado

Baixar arquivo
Economia

Inflação para os mais pobres sobe quase 1% em novembro

De acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira pela FGV, as pressões para essa alta vieram dos aumentos nos itens alimentação, energia elétrica e combustíveis.

Baixar arquivo
Saúde

Rio instala tenda para atender casos de gripe em Botafogo

Esta é a terceira inauguração dentro do plano de contingência da secretaria de Saúde. Somente na última semana, a procura por atendimentos em todo o estado, aumentou 400%.

Baixar arquivo
Geral

Vale do Anhangabaú é reaberto hoje ao público

O consórcio Viva o Vale, empresa que ganhou a concessão por 10 anos, assumirá o local a partir de hoje para administrar e cuidar da manutenção.

Baixar arquivo
Geral

Tarifa Social: Aneel regulamenta inclusão automática de beneficiários

O programa beneficia atualmente cerca de 12 milhões de famílias beneficiadas pela tarifa; a expectativa do governo é que mais de 11 milhões tenham acesso ao benefício.

Baixar arquivo