Aras considera inaceitáveis atitudes de Janot

PGR

Publicado em 29/09/2019 - 10:39 Por Renata Martins - Brasília

Em nota divulgada na tarde deste sábado (28), o novo procurador-geral da República, Augusto Aras, considerou inaceitáveis as atitudes divulgadas no noticiário a respeito de um de seus antecessores.

 

O ex-procurador geral da República Rodrigo Janot afirmou em entrevista à Revista Veja, nessa quinta-feira (26), que chegou a ir armado com um revólver ao STF com a intenção de matar o ministro Gilmar Mendes e depois se suicidar. O fato teria ocorrido 2017.

 

Augusto Aras também defendeu o Ministério Público Federal. O atual procurador-geral disse confiar em seus colegas, que ele chamou de homens e mulheres dotados de qualificação técnica. Afirmou ainda que os erros de um único ex-procurador não têm o condão de macular o MP e seus membros.

 

O ministro Gilmar Mendes criticou o modo de escolha do procurador-geral.

 

Na avaliação de Gilmar, pessoas sem qualificação jurídica, moral e psicológica são escolhidas para o cargo. A declaração foi dada depois do episódio com Rodrigo Janot – ao qual chamou de facínora.

 

Nessa sexta-feira (27), o ministro do STF, Alexandre de Moraes, suspendeu o porte de arma de Janot e proibiu o ex-procurador de se aproximar de integrantes da Suprema Corte ou de entrar nas dependências do tribunal.

 

Durante buscas em Brasília, também autorizadas pelo STF, a polícia federal apreendeu uma pistola de propriedade do ex-procurador, em Brasília.

 

Rodrigo Janot ainda não se pronunciou sobre as decisões do ministro Alexandre de Moraes, nem sobre a nota da PGR.

 

A Associação Nacional dos Procuradores da República condenou as buscas e apreensões na casa e no escritório do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Para a associação, os mandados foram emitidos em uma "investigação inconstitucional" sobre supostas ofensas e divulgação de fake news contra integrantes da Corte, que foi contestada quando aberta, em março.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo