Operação desarticula organização criminosa em Tocantins

Busca e Apreensão

Publicado em 01/10/2019 - 15:03 Por Juliana César Nunes - Brasília

Policiais federais cumprem nesta terça-feira quatro mandados de busca e apreensão e três mandado de prisão temporária em Palmas, no Tocantins.

 

A ação faz parte da Operação Urutau, que pretende desarticular uma organização criminosa, acusada de corrupção e lavagem de dinheiro.

 

O nome da operação faz referência ao pássaro urutau, conhecido como o rei da camuflagem. No caso em apuração, a camuflagem ocorreria por meio de laranjas e testas-de-ferro, para dissimular ou ocultar a origem ilícita dos recursos e a real propriedade de bens e empresas.

 

O valor total dos contratos públicos ligados às empresas deste esquema pode ultrapassar R$50 milhões. A Operação Urutau é uma continuidade das investigações iniciadas em 2016, com a Operação Reis do Gado e que apontam a existência de esquemas de desvio de recursos públicos em gestões anteriores do governo do estado.

 

Na semana passada, Marcelo Miranda, ex-governador do Tocantins, foi preso. O pai e o irmão do político também foram detidos pela Polícia Federal. Na sexta-feira o pai foi solto mediante pagamento de fiança.

 

Os agentes afirmam que, mesmo após as primeiras investigações, o grupo continuava praticando crimes como lavagem de dinheiro, falsificação de documentos e uso de laranjas para esconder patrimônio. A defesa de Marcelo Miranda e do irmão nega as acusações e vai entrar com pedido de habeas corpus ainda nesta semana.  

 

As atividades econômicas envolveriam desde fazendas agropecuárias, passando pela compra de aeronaves, até empresas de engenharia e construção civil. Segundo cálculos dos investigadores, a suposta organização criminosa teria causado prejuízos de mais de R$300 milhões aos cofres públicos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo