Atos em São Paulo cobram justiça pelas mortes em Paraisópolis

Protestos

Publicado em 05/12/2019 - 08:26 Por Eliane Gonçalves - Brasília

   

Em Paraisópolis, o ato começou em frente à viela onde 9 jovens morreram depois  de uma ação da polícia militar na madrugada de domingo (3).

 

As pessoas carregavam lenços brancos e cartazes pedindo paz e justiça. Algumas, visivelmente emocionadas.

 

Os manifestantes caminharam por pouco mais de dois quilômetros,  até as imediacões do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo.


Danilo Quirino,  irmão de Denis, uma das vítimas, reivindicava uma reunião com o governador João Doria. 

 

Mas,  a polícia montou um cordão de isolamento e  os manifestantes não chegaram ate o Palácio. Uma comissão de 6 pessoas, incluindo familiares e a OAB,  entrou na sede do governo,  mas não foi recebida pelo governador,  e sim por assessores da Casa Civil do governo, como explicou o chefe da Casa Militar e coordenador da Defesa Civil, Coronel Nyakas. 

 

Na reunião, o grupo apresentou uma lista de 9 reivindicações. A primeira delas é a inclusão de representantes das comunidades na comissão mista criada pelo Ministério Público do estado para apurar os crimes.

 

No mesmo horário, um outro ato, convocado por uma coalização de movimentos negros, se reuniu no centro de São Paulo para criticar a política de segurança pública do governo.

 

Familares também participaram do evento. Fernanda Garcia, irmã de Dennys Guilherme, outra vítima, denunciou que os amigos que tentaram socorrer o irmão estão sofrendo ameaças nas redes sociais.

 

Os manifestantes saíram da Praça da Sé e  caminharam até a Secretaria de Segurança Pública, mas não foram recebidos por representantes da pasta. 

 

Últimas notícias
Educação

Começa prazo para pedido de reaplicação do Enem

Estudantes prejudicados por operação policial realizada no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro, podem remarcar a prova. Prazo termina na sexta-feira, 3 de dezembro.

Baixar arquivo
Economia

Tradicional festa de fim de ano em Copacabana está mantida

Nesta segunda-feira, equipes da prefeitura se reuniram com o Comitê Científico de Enfrentamento à Covid-19 para analisar a situação epidemiológica da capital e debater os critérios sanitários adotados para liberar as festas de fim de ano, como o Réveillon.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

MPF realiza audiência para ouvir pescadores afetados por hidrelétrica

A ideia é apurar os impactos da construção da hidrelétrica de Belo Monte na atividade pesqueira no rio Xingu e verificar se as reparações aos atingidos estão acontecendo

Baixar arquivo
Justiça

Defesa de doutor Jairinho tenta reverter cassação do parlamentar

Jairinho e a namorada, mãe de Henry Borel, estão presos desde abril acusados de matar o menino de quatro anos em março deste ano.

Baixar arquivo
Geral

Chimpanzé Enos foi enviado ao espaço em 29 de novembro de 1961

Com cinco anos e meio, Enos embarcou na Mercury-Atlas 5 e se tornou o primeiro e único da espécie a fazer uma viagem na órbita terrestre. A missão funcionou como um teste antes do voo tripulado que levaria o primeiro astronauta norte-americano ao espaço.

Baixar arquivo
Economia

Inadimplência sobe em novembro e atinge o maior patamar do ano

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) de novembro mostra que mais de 26% das famílias relatam ter dívidas ou contas em atraso. Em outubro, percentual de endividados estava em 25,6%.

Baixar arquivo