Reclamações contra os Correios crescem cerca de 400% em São Paulo

Segundo o Procon, o principal motivo é o não fornecimento do serviço

Publicado em quarta-feira, 19 Agosto, 2020 - 12:31 Por Beatriz Evaristo - Brasília

O Procon de São Paulo registrou um aumento de quase 400% nas reclamações contra a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos em comparação ao primeiro semestre do ano passado. Se for considerar apenas os dados do período de pandemia, de março a julho, o aumento nas reclamações passa de 500%.

De acordo com o Procon, o principal motivo é o não fornecimento do serviço. Nesse caso, o consumidor tem direito a exigir o cumprimento forçado do serviço ou rescindir o contrato, com direito à restituição do valor pago, e perdas e danos. Isso também vale para serviços contratados, como a entrega de encomendas e documentos, e que não forem prestados por conta da greve dos Correios.

Já no caso de compras realizadas pela internet com entregas via Correios, as empresas são responsáveis por encontrar outra forma para que os produtos sejam entregues ao consumidor dentro do prazo combinado.

O Procon de São Paulo orienta ainda que o não recebimento de fatura, boleto bancário ou qualquer outra cobrança, do qual ele tenha conhecimento de que é devedor, não isenta o consumidor de efetuar o pagamento. Se não chegar pelos Correios, o consumidor deve entrar em contato com a empresa credora, antes do vencimento, e solicitar outra opção de pagamento.

 

Edição: Sâmia Mendes

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Segurança

Rio teve 150 operações policiais em favelas depois de decisão do STF

Desde 5 de junho, só em casos excepcionais podem ocorrer operações em favelas do Rio. O MP detalhou que o STF não retirou das polícias a avaliação sobre a necessidade de intervenções, mas não definiu em que situações isso poderia ocorrer.

Baixar arquivo
Educação

Aulas presenciais só retornam com declaração de conformidade sanitária

A Justiça do Rio Grande do Sul determinou que as aulas nas escolas da rede estadual retornem da forma presencial apenas onde houver a declaração de conformidade sanitária, assinada por um agente técnico da área e não pelo diretor da escola.

Baixar arquivo
Educação

Em Alagoas, aulas presenciais de adultos serão retomadas dia 26

Cursos de todos os segmentos estão autorizados a funcionar: ensino superior, pré-vestibular, profissionalizantes, técnicos, de línguas estrangeiras e de formação para servidores públicos. O governador Renan Filho disse que vai avaliar o impacto da volta da educação adulta para definir qual será o caminho para crianças e adolescentes.

Baixar arquivo
Justiça

STJ suspende julgamento de recurso sobre concessão da Linha Amarela

Pedido de vista do ministro João Otávio de Noronha foi o motivo. Ele disse que foi procurado pelas defesas da prefeitura e da concessionária Lamsa e não conseguiu ouvir ambas a tempo. Único voto proferido até o momento foi o do relator, presidente do STJ, Humberto Martins.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Estudo revela que 70% das espécies em extinção podem ser salvas

Essa é a conclusão de um estudo inédito, liderado pelo pesquisador brasileiro Bernardo Strassburg, professor da PUC do Rio de Janeiro e diretor do Instituto Internacional para a Sustentabilidade.  A pesquisa, encomendada pela ONU,  Organização das Nações Unidas, contou com a participação de  27 pesquisadores de 12 países. Os resultados foram publicados na revista “Nature” na semana passada. 

Baixar arquivo
Educação

Falta de estrutura na segurança atrasam reabertura de escolas em SP

A falta de estrutura para garantir segurança está atrasando a reabertura de escolas em São Paulo.

Baixar arquivo